Últimas

Importância das emergências psiquiátricas é debatida em congresso brasileiro de psiquiatria

Foto: Alice de Souza/DP/D.A Press
Foto: Alice de Souza/DP/D.A Press

Para onde vai uma pessoa que entra em surto psicótico? A dúvida que ronda a cabeça de muitos também permanece como debate entre especialistas em psiquiatria brasileiros. A importância das emergências psiquiátricas no país foi tema de debate, durante a tarde desta quarta-feira, no primeiro dia do Congresso Brasileiro de Psiquiatria.

Até 2% da população mundial é afetada pela esquizofrenia. No Brasil, cerca de quatro em cada 10 mil pessoas sofrem com a doença. Ela é apenas uma dentre a gama de outras enfermidades mentais. A discussão entre especialistas, com o fechamento dos hospitais psiquiátricos, é se os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) são suficientes e têm cumprido o papel de receber essa demanda. Ou se é necessário aumentar a quantidade de emergências psiquiátricas.

Para o psiquiatra membro da Associação Brasileira de Psiquiatria Carlos Eduardo Zacharias, os Caps acabaram tomando função distinta do previsto em legislação. “Era para reinserção social e acabaram virando mil e uma utilidades. Os que funcionam são em esquema de ambulatório”, ressaltou.

Outra dificuldade, segundo o professor de psiquiatria da USP Teng Chei Tung, é no serviço do Samu. A escolta policial prevista em lei afasta o paciente do atendimento. “Até 70% dos atendimentos do Samu à noite eram para emergência psiquiátrica. Depois da implementação da escolta, eles diminuíram para 10%. Ela está dificultando o acesso do paciente e isso é preocupante”, lembrou. O resultado, para eles, é a lotação dos consultórios  particulares, mesmo por pacientes de baixa renda.

Congresso Brasileiro de Psiquiatria
A 33ª edição do Congresso Brasileiro de Psiquiatria acontece até o próximo sábado, em Florianópolis, Santa Catarina. Estão programadas, durante os dias de evento, mais de 150 atividades científicas com a participação de mais de 450 médicos, pesquisadores e estudantes. Dentre os quais, 50 palestrantes internacionais.

O evento acontece no Centro de Convenções de Florianópolis com o tema A Psiquiatria no Mundo Contemporâneo. Entre os temas discutidos,  depressão, transtorno bipolar, a relação da espiritualidade e da psiquiatria, justiça social para doentes mentais, transtornos alimentares e o acesso ao tratamento das doenças mentais no Brasil.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *