Últimas

Justiça do Rio decreta prisão de acusados de linchamento de vendedor de gelo

A Justiça do Rio decretou hoje a prisão temporária de três pessoas acusadas de homicídio. Alan Cesar de Mesquita, Ana Alice Alves Cosme Carneiro e Ingrid Caldeira Mendes são acusados de espancar o vendedor de gelo Fabiano Machado da Silva, de 33 anos, até a morte, usando uma barra de ferro. Os três foram ouvidos ontem, em depoimento, na Divisão de Homicídios da Capital. Após o depoimento, a polícia pediu a prisão temporária dos acusados.

Eles contaram com a ajuda de outras pessoas que deixavam um luau – uma festa na praia – em Ipanema, zona sul do Rio, e também participaram da sessão de linchamento que resultou na morte de Fabiano. O crime ocorreu no dia último domingo (15) pela manhã.

Na decisão, a juíza Maria Izabel Pieranti, do Plantão Judiciário, disse que a vítima não teve chance de defesa e que a ação não se trata apenas em mais um homicídio, praticado na rua, à luz do dia. “Vale lembrar que a vítima, depois de encurralada junto a um caminhão, foi barbaramente espancada por várias pessoas, com uma barra de ferro, recebendo ainda chutes, socos e pontapés. A ação configurou verdadeiro linchamento, não deixando qualquer chance de reação à vítima”.

A magistrada afirma ainda que as fotografias mostram que a maioria dos golpes foi desferida na cabeça da vítima. Os acusados alegaram que revidaram as agressões iniciadas por Fabiano. Caso a prisão temporária não seja renovada pela autoridade policial ao término do prazo de 30 dias, os indiciados deverão ser colocados em liberdade.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *