Últimas

Justiça manda Facebook parar de espionar internautas que não têm conta no site

A Justiça da Bélgica decidiu punir o Facebook para que a rede social pare de espionar internautas através de seus plugins. A empresa precisa interromper a prática no país em 48 horas, caso contrário será multada em € 250 mil por dia.

A encrenca surgiu no começo do ano, quando um estudo belga concluiu que o Facebook aproveita botões como “like” e “compartilhar”, além do seu sistema que permite logar em outros sites usando credenciais do Facebook, para rastrear os internautas.

O rastreamento é feito através de um cookie que a empresa chama de datr. Ele é instalado no dispositivo de todos que passarem por páginas com os plugins, mesmo quem não tem conta no site ou estiver deslogado – e há mais de 13 milhões de sites com esses plugins, incluindo governamentais.

Na época em que surgiu a polêmica, o Facebook respondeu que o rastreamento foi causado por um bug, mas agora admite que vem usando o datr “por mais de cinco anos para manter o Facebook seguro a 1,5 bilhão de pessoas pelo mundo”, segundo comunicado repercutido pelo The Guardian. A empresa pretende recorrer da decisão.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *