Justin Bieber e Selena Gomez jantam juntos e fãs torcem por reconciliação

Quando as esperanças de ver Justin Bieber e Selena Gomez já estavam quase acabando, eis que os dois aparecem em fotos num jantar romântico. Pronto, isso foi motivo mais que suficiente para os fãs de Jelena voltarem a acreditar que uma reconciliação é possível. Os fãs do casal, então, tomaram as redes sociais para comentar a novidade. “Selena e Justin”, por exemplo, é o assunto mais comentado no Twitter.

Quando nos achamos que não tem volta, q Selena e Justin acabou, eles aparecem juntos. Isso já é regra da vida

— Juliana (@l_julianac) November 21, 2015

Selena e Justin jantando juntos mdsss

— #MadeInTheAM (@ForYouBoys1D_) November 21, 2015

Babyliebers só resta aceitar, Selena e Justin sim

— ME OBRIGUE (@luanjoking) November 21, 2015

Justin cantou sorry no restaurante pra Selena, AS BABYLIEBERS CHORA KKKKKKKK AMOOOOO Selena e Justin ♡

— Alanna Linaldy (@alanna_linaldy) November 21, 2015

imagina vc tá no restaurante e do nada Justin Bieber começa a cantar “sorry” se declarando p Selena Selena e Justin pic.twitter.com/0a6zBwbdBE

— mary (@mytheflash) November 21, 2015

A relação de Justin Bieber e Selena Gomez é marcada por muito vai e volta. Os dois assumiram a relação publicamente em 2011 e terminaram em 2012. De lá para cá, os dois já foram vistos juntos outras vezes, mas as reconciliações não duram muito.

Este ano, os dois cantores lançaram músicas que pareciam indiretas sobre o relacionamento. Em “Same old love”, Selena cantou sobre uma relação que não deu certo. Já Bieber usou o nome da ex no clipe de “What do you mean”. Ele parece grafitado numa parede.

E não foi só isso, numa entrevista, o artista canadense contou que ainda está com o coração partido: “Não estarei tão cedo em um relacionamento. (…) Eu adoraria ter uma namorada, estar apaixonado e amo esse tipo de coisa, mas eu tive o meu coração quebrado, então estou tentando deixar curar. Eu tomei algumas cervejas pessoal, talvez eu esteja falando demais, não?”.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *