Liberdade, otimização e oportunidades: vídeo destaca principais pontos do Tizen OS

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O Tizen OS tem surpreendido muita gente de uns tempos pra cá, pois mesmo que ainda extremamente limitado por seu pouco tempo de mercado tem conseguido atingir números impressionantes de vendas no nicho de dispositivos móveis, seja por meio da linha Gear ou da dupla de smartphones apresentados pela Samsung com o sistema. Agora, um interessante vídeo criado pela divisão de Pesquisa & Desenvolvimento da Samsung na Índia busca explicar mais sobre as origens e também a respeito do futuro da plataforma, detalhando um pouco sobre a história que nem todo mundo conhece.

O vídeo começa informando que o Tizen OS possui “DNA Linux”, algo que se justifica não apenas pelo kernel compartilhado mas também devido ao sistema de arquivos utilizado, sendo algo semelhante ao que tivemos no Android. Ainda assim, o fato de ser derivado da junção das melhores características de sistemas como MeeGO, Limo, SLP e Bada demonstra que a plataforma não é exatamente uma iniciante no ramo de aparelhos portáteis, contando com uma certa bagagem que torna mais simples a tarefa de compreender a sua evolução.

Além disso, eles destacam os três principais fatores do Tizen OS que devem ser levados em conta por usuários e desenvolvedores, sendo eles: código aberto, liberdade, otimização e oportunidades. Ao falarmos da liberdade lembramos que o sistema é do tipo Open Source, contando então com a colaboração dos mais variados tipos de pessoas para o seu crescimento, o que ajuda a integrar uma grande mistura de pontos de vista diferentes em uma mesma direção.

Após isto é falado sobre a otimização por trás da plataforma, já que o Tizen OS é capaz de trabalhar com as mais variadas linguagens de programação, seja para aplicações web, nativas ou mistas. Algo que deve ser destacado é a facilidade com que desenvolvedores podem portar seus apps para a loja da plataforma, já que o SDK disponibilizado é bastante completo e o sistema conta com possibilidades de reaproveitamento de código.

Por último, temos as oportunidades apresentadas pelo Tizen OS, já que a plataforma consegue trabalhar de forma extremamente leve, facilitando o seu uso nos mais diversos tipos de dispositivos. Isto se torna bastante evidente quando lembramos que além dos smartphones Z1 e Z3 da Samsung, o sistema equipa também smartwatches e televisores da sul-coreana, podendo chegar a muitos outros produtos como geladeiras, eletrodomésticos e, principalmente, dispositivos voltados para a Internet das Coisas.

[embedded content]

Ainda que não esteja disponível nenhum smartphone com a plataforma em nosso país, é possível utilizar o Tizen OS por meio de diversos relógios da linha Gear e também de Smart TVs da Samsung, restando aguardarmos para vermos se a sul-coreana irá apostar no Brasil como um dos mercados-chave para o desenvolvimento do sistema. E você, acredita que o Tizen OS é capaz de competir com o Windows como terceiro sistema operacional móvel do mundo? Acha que a política da Samsung pode acabar prejudicando também o Android? Deixe-nos seu comentário abaixo!

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *