Últimas

Manda nudes: Facebook testa mensagens autodestrutivas no Messenger

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O Facebook decidiu que seguir os passos do Snapchat seria uma ideia interessante e começou a testar o recurso de mensagem que tornou famoso o aplicativo de conteúdos que se autodestroem. A ideia é incluir essa característica no chat do seu aplicativo Messenger, e o teste ainda está limitado a alguns usuários na França, por enquanto.

Segundo o relato, os testes oferecem aos usuários a opção de enviar para seus contatos mensagens que são cronometradas para desaparecer depois de uma hora. Um porta-voz da companhia escreveu um comunicado informando sobre os testes a respeito do recurso.

Estamos animados para anunciar o mais recente de uma linha de recursos opcionais, direcionado para tornar o Messenger a melhor maneira de se comunicar com as pessoas mais importantes. A partir de hoje, estamos fazendo um pequeno teste na França de um recurso que permite às pessoas enviarem mensagens que desaparecem uma hora após serem enviadas. O desaparecimento de mensagens dá às pessoas mais uma opção divertida para escolher quando se comunicam no Messenger.

Para ativar mensagens temporárias dentro do aplicativo, os usuários do Messenger na França que receberam os testes devem tocar em um ícone de ampulheta que o Facebook incluiu no chat. Com outro toque na ampulheta, o usuário desligará o recurso. Confira abaixo:

Mensagens autodestrutivas tem sido bem recebidas em aplicativos que utilizam esse recurso. O Telegram foi um dos que adotaram a funcionalidade, inicialmente.

Enquanto os testes são realizados e o Facebook recolhe os feedbacks de seus usuários na França, a expectativa é que logo a novidade chegue em mais lugares ao redor do mundo. Resta agora saber como cada um vai aproveitar esse recurso para enviar mensagens que, de outra forma, não enviariam. Será que a onda dos nudes vai invadir?

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *