Últimas
marcelo

Marcelo lesiona coxa esquerda e pode desfalcar o Brasil contra Argentina

Ao vencer o Paris Saint-Germain no Santiago Bernabeu, na tarde desta terça-feira, o Real Madrid garantiu sua classificação antecipada às oitavas de final da Liga das Campeões. Mas, apesar da vaga, o técnico Rafa Benítez recebeu uma má notícia após a partida: o lateral brasileiro Marcelo, que sentiu dores e precisou ser substituído no primeiro tempo, foi avaliado e diagnosticado com lesão muscular na parte posterior da coxa esquerda.

A nove dias do duelo entre Argentina e Brasil, pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o lateral vira motivo de dor de cabeça para Dunga. Uma vez que, ainda que a lesão, que será reavaliada mais detalhadamente, seja leve, o jogador corre risco de não estar recuperado a tempo de atuar no clássico continental com a Seleção, e nem no duelo contra o Peru, cinco dias depois.

Caso Marcelo fique mesmo de fora do duelo contra a Argentina, a outra peça que o treinador canarinho tem para a lateral esquerda é Filipe Luís, do Atlético de Madri, além de poder convocar outro atleta para seu lugar. Já na relação está o destro Danilo, seu companheiro de Real Madrid, que tem experiência por já ter jogado improvisado na posição e aparece como opção tanto para Dunga quanto para Rafa Benítez durante a ausência do ex-jogador do Fluminense.

O técnico madrileno lamentou a possível ausência de seu único lateral esquerdo de origem no clássico contra o Barcelona, daqui a três semanas, no dia 21 de novembro. Ele já é desfalque certo no duelo deste domingo contra o Sevilla, pelo Campeonato Espanhol. Mas para Benítez, a lesão é uma consequência natural da desgastante sequência de partidas que o brasileiro vinha fazendo com a camisa blanca.

“Quando um atleta disputa tantos jogos seguidos, o risco aumenta. Tivemos a má sorte de ter sido assim. Podia acontecer qualquer coisa. Acreditávamos que chegaria bem à pausa (para Eliminatórias e compromissos internacionais de seleção), mas não foi possível. O lado bom é que temos jogadores se recuperando, como Pepe, James (Rodríguez), Bale e Carvajal. Eles têm de chegar e compensar os outros desfalques”, analisou o treinador.

Ainda sobre a situação de Marcelo, Benítez completou: “quando ele percebeu que a região (lesionada) estava dura, parou imediatamente (e foi substituído por Nacho). Até que não saibamos a extensão de sua lesão, só o que podemos fazer é lamentar. Corre-se esse perigo ao disputar tantos jogos, e infelizmente isso ocorreu”.

A exemplo de seu rival verde-amarelo, a Argentina também tem um problema na lateral. Zabaleta, que atua pela direita e faria confronto direto com Marcelo caso ambos estivessem à disposição, se contundiu defendendo o Manchester City-ING e foi cortado pelo técnico Gerardo Martino, assim como o zagueiro Garay. Além disso, Tata também não conta com as estrelas Messi e Aguero, poupadas.

Depois do clássico em Buenos Aires, o Brasil volta a atuar em seu território contra o Peru, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), no dia 17 de novembro.

Fonte – Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *