Últimas

Martelotte elogia força mental do Santa Cruz e diz que time tem "vantagem" no psicológico

Guilherme Verissimo/Esp DP/DA Press

Satisfeito com a atuação tricolor na Fonte Nova, o técnico preferiu manter os pés no chão ao falar de acesso

O Santa Cruz conquistou uma vitória gigante contra o Bahia, na Fonte Nova. Em um clássico decisivo para as pretensões de ambos os times, o Tricolor pernambucano saiu atrás no placar, mas teve tranquilidade para administrar o ímpeto dos baianos e virar o jogo. E depois de uma resultado tão impactante, as palavras do técnico Marcelo Martelotte foram de satisfação com a forma como o time se apresentou na Fonte Nova.

Saiba mais

O técnico não hesitou ao buscar uma explicação para a vitória que alçou o Santa, ao menos temporariamente, ao G4 da Série B. “Futebol é aproveitamento. E hoje, aproveitou melhor quem teve mais qualidade”, declarou. Na sua leitura do jogo, a força mental do time coral foi determinante para reverter o placar adverso.

“O time foi bem postado. Criou chances, não muitas, mas boas. E, no segundo tempo, teve força para reagir a um placar que começou inverso. A gente teve tranquilidade para se manter no jogo, aproveitar os espaços que o Bahia começou a dar depois que empatamos, até criar a oportunidade do gol de Bruno Moraes. A partir daí, controlamos bem o jogo, sem dar muita oportunidade ao adversário”, analisou.

Vantagem
A vitória foi simbólica para os corais. Longe do G4 durante quase toda a Série B, o Santa derrotou justamente uma equipe que vem frequentando a zona de acesso desde o início da competição. Sinal do crescimento tricolor, que o técnico vê como fruto de uma “vantagem psicológica” sobre os rivais.

“Pela recuperação que a gente teve, nós começamos nossas decisões antes. Chegou num momento do campeonato em que, se a gente quisese subir, tinha que encarar os jogos como decisão. Todo mundo está começando a decidir, mas a gente já vinha nesse clima de decisão, controlando bem o emocional para conquistar os resultados. E hoje, a gente provou que isso nos trouxe uma vantagem”, afirmou.

Voltou?
Apesar da vitória crucial, o técnico evitou fazer eco à euforia da torcida tricolor. Quando perguntado se o Santa Cruz “havia voltado”, ele lembrou que ainda faltam mais quatro rodadas a disputar no Campeonato Brasileiro da Série B.

“Depende. Se voltou à briga pelo acesso, com certeza. Se voltou para a Série A, ainda não. Independente disso, tem muita coisa pela frente. Quatro jogos de fundamental importância, cada um com seu nível de dificuldade e a gente vai encará-los como decisão”, finalizou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *