Últimas

Microsoft adquire a Mobile Data Labs para avançar soluções inteligentes de produtividade móvel

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Microsoft anunciou a aquisição da Mobile Data Labs, a empresa inovadora em soluções de produtividade inteligentes para profissionais móveis que está por trás do aplicativo de monitoramento de quilometragem MileIQ. Esse app utiliza sensores do dispositivo Android ou iOS do usuário para detectar quando ele estiver na estrada e acompanhar a distância percorrida durante a viagem. O objetivo é registrar a quilometragem para dedução das taxas.

A Mobile Data Labs diz que seu aplicativo oferece uma dedução média de US$ 6.500 por ano e conta com mais de 1 milhão de usuários, tendo ocupado o primeiro lugar na seção de finanças da App Store durante 20 meses seguidos.

Em um post no blog da Microsoft, o vice-presidente corporativo do Outlook e do Office 365, Rajesh Jha disse que “esta aquisição é o mais recente exemplo da ambição da Microsoft de reinventar a produtividade e processos de negócios em um mundo móvel e na nuvem”

Já o cofundador da Labs Mobile Data Labs disse:

A equipe inteira da Mobile Data Labs está completamente comprometida em garantir que o MileIQ e nossos produtos futuros continuem a fornecer grande valor para as pessoas que os utilizam, e nós não poderíamos estar mais animados para começar a trabalhar neste próximo capítulo.

Com a mais recente aquisição da Microsoft, está claro que a companhia tem a intenção de dominar o espaço de produtividade em software móvel. A gigante está tomando o hábito de adquirir empresas e incorporá-las em seus serviços tradicionais, ou manter entre seus serviços de produtividade.

Foi o que aconteceu quando ela comprou o app de email Acompli em dezembro e transformou-o em Outlook, assim como na compra do aplicativo de calendário da Sunrise em fevereiro e o app de tarefas Wunderlist em junho.

Os detalhes da mais recente negociação não foram divulgados.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *