Últimas

Ministro alemão descreve reação de Hollande ao saber dos atentados

François Hollande e Frank-Walter Steinmeier no Stade de France. Foto: AFP FRANCK FIFE
François Hollande e Frank-Walter Steinmeier no Stade de France. Foto: AFP FRANCK FIFE

 
O ministro alemão das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, contou que viu o presidente francês, François Hollande “em choque, mas concentrado e decidido”, ao receber, no Stade de France, as primeiras notícias sobre os atentados do último dia 13 em Paris, que deixaram 130 mortos e mais de 300 feridos.

A descrição foi publicada na edição dominical do jornal “Bild”. A onda de violência surpreendeu Hollande no estádio, onde ele assistia com Steinmeier ao amistoso entre as seleções da França e Alemanha.

Quando chegou a notícia da ação de dois homens-bomba do lado de fora do estádio, Hollande e Steinmeier se questionaram se, em circunstâncias semelhantes, o público poderia “permanecer sem informações, e se a partida deveria ser interrompida”.

Os dois dirigentes deixaram a tribuna por alguns minutos para uma conversa particular, mas responsáveis pela segurança pediram que eles retornasse a seus assentos, uma vez que sua ausência poderia “gerar nervosismo”.

Hollande deixou rapidamente o estádio, mas Steinmeier e seus colaboradores permaneceram, para não provocar pânico entre as dezenas de milhares de espectadores.

Depois do primeiro tempo, “retornamos aos nossos assentos e, por 45 minutos, fingimos estar acompanhando a partida”, contou Steinmeier, assinalando que, inicialmente, atribuiu a primeira explosão a “fogos lançados por torcedores irresponsáveis”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *