Ministro francês da Defesa relativiza risco de atentado com armas químicas

O ministro francês da Defesa, Jean-Yves Le Drian, relativizou neste domingo o risco de que a França sofra um ataque com armas químicas ou biológicas, embora tenha afirmado que “todas as precauções devem ser tomadas” para evitá-lo.

Este tipo de ataque “faz parte dos riscos que devemos levar em consideração”, embora “seja muito complicado utilizar armas químicas de um território para outro”, disse o ministro em declarações para a rádio Europe 1.

Não obstante, “todas as precauções estão sendo tomadas para evitar este tipo de risco”, agregou, nove dias após os atentados reivindicados pelo grupo Estado Islâmico (EI) que deixaram 130 mortos em Paris.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, alertou na quinta-feira para o risco de um atentado com “armas químicas ou biológicas” no país.

Le Drian indicou, por outro lado, que o porta-aviões francês “Charles de Gaulle”, mobilizado no Mediterrâneo oriental, poderá enviar a partir de segunda-feira seus aviões para realizar operações contra o grupo Estado Islâmico na Síria.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *