Últimas

Miss Brasil Beleza Internacional 2015, Isis Stocco tem vestido rasgado, celular e biquíni furtados. Miss Cuba é principal suspeita

Um barraco digno de filme. Quem assistiu ao longa “Miss Simpatia” deve se lembrar da rivalidade nos bastidores dos concursos de beleza. E a realidade pode ser mais dura que a ficção. Em Tóquio, no Japão, desde o dia 15 de outubro para participar do Miss Beleza Internacional 2015 — o mesmo que Grazi Massafera participou em 2004 —, Isis Stocco, que recebeu o título no Brasil, está sofrendo o que comumente se chama de bullying. A menos de 12 horas para a final do concurso, a modelo ainda não sabe se vai poder usar o vestido de gala que levou na bagagem. Tudo por conta de uma treta com a Miss Cuba.

Isis Stocco e Heidey Fass, a miss cubana, chegaram ao Japão e passaram a dividir o mesmo quarto de hotel. Há uma semana, Isis chegou ao quarto e encontrou seu vestido todo picotado. “Ela diz que a cubana é muito desorganizada e algumas discussões por conta disso aconteceram. Daí, ela chegou ao quarto e encontrou a roupa destruída. Ela é a principal suspeita”, conta Elaine Barrionuevo, organizadora da etapa brasileira: “E a cubana foi dizer que a própria Isis rasgou o vestido para chamar atenção. Uma loucura”.

Isis Stocco e a cubana Heydi Stocco: barraco no quarto

Isis Stocco e a cubana Heydi Stocco: barraco no quarto Foto: reprodução/instagram

Enquanto isso, outras misses tentam ajudar a colega brasileira. “Elas estão lá tentando consertar e Isis foi trocada de quarto. Mas as misses da Venezuela e do Canadá ficaram de emprestar um vestido para ela”, tranquiliza Elaine. Além do vestido, Isis teve seu celular furtado e todos os biquínis que levou para o Japão sumiram de uma hora para a outra. Apesar de todas as suspeitas recaírem sobre a moça de Cuba, a organização não conseguiu provar sua culpa no bafafá.

Isis Stocco participa do mesmo concurso de que Grazi Massafera participou

Isis Stocco participa do mesmo concurso de que Grazi Massafera participou Foto: reprodução/instagram

A nova Grazi Massafera

Natural de Maringá, no Paraná, Isis Stocco, de 23 anos, participa do mesmo concurso que Grazi Massafera participou em 2004, na China. Ambas são paranaenses e loiras. São 72 misses do mundo inteiro a disputar o título na tarde desta quinta-feira, 5, no Japão (aqui, o concurso começa às 5h). Segundo os organizadores no Brasil, a estudante de Direito está muito bem cotada para ficar entre as dez finalistas. “Pelas fotos que vemos, as atividades realizadas por lá e o destaque que ela teve muitos dizem que ela tem chance de ser a vencedora”, especula Elaine: “Desde 1968 não trazemos o título para casa”.

Caso ganhe, Isis vai embolsar cerca de R$ 100 mil, além de contratos com marcas de beleza, e vai visitar os países que fazem parte do concurso. Inclusive, Cuba.

Isis Stocco no concurso internacional

Isis Stocco no concurso internacional Foto: reprodução/instagram

Isis Stocco é de Maringá, no Paraná

Isis Stocco é de Maringá, no Paraná Foto: reprodução/instagram

Isis Stocco teve o celular furtado

Isis Stocco teve o celular furtado Foto: reprodução/instagram

Isis Stocco: o vestido que iria usar na final foi picotado

Isis Stocco: o vestido que iria usar na final foi picotado Foto: reprodução/instagram

Heidy Fass, a Miss Cuba: principal suspeita do ataque

Heidy Fass, a Miss Cuba: principal suspeita do ataque Foto: reprodução/instagram
Os biquínis de Isis Stocco foram furtados

Os biquínis de Isis Stocco foram furtados Foto: reprodução/instagram

As misses reunidas

As misses reunidas Foto: reprodução/instagram

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *