Últimas

Morre o ex-deputado Osvaldo Coelho

O ex-deputado Osvaldo Coelho faleceu na noite deste domingo (1) após sofrer ataque cardíaco em sua residência, na Ilha do Retiro, no Recife. Ele tinha 84 anos e é conhecido como agente fundamental para o desenvolvimento de Petrolina e todo o Sertão do estado, com destaque para a implantação da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf). A família providencia a transferência do corpo para Petrolina, onde serão o velório e o sepultamento. Políticos e familiares apresentaram votos de pesar.

Coelho foi deputado estadual por três vezes e federal por oito vezes. Também foi secretário da Fazenda do governo de Pernambuco, quando seu irmão, Nilo Coelho, foi governador. No Vale, eles são responsáveis pela revitalização do Vale do São Francisco como instrumento de transformação social e econômica da região.

Com a saúde debilitada nos últimos anos, reflexo de um quadro de diabetes e problemas circulatórios, ele não resistiu ao infarto. Ele deixa seis filhos, 12 netos e a viúva, Ana Maria Coelho, com quem foi casado por 55 anos. O prefeito Julio Lossio deve decretar luto oficial na cidade.

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), que já foi um dos principais aliados de Osvaldo Coelho, foi o primeiro a se pronunciar. “A morte de Osvaldo Coelho é uma perda para a política de Pernambuco e do Brasil. Um político e um chefe de família exemplar. Quando fui governador,  Osvaldo só me procurou pra tratar de temas e pautas relevantes para Petrolina e para a região do Vale do São Francisco. Ele fará falta, principalmente nos dias atuais, quando a política nacional precisa de pessoas com a postura séria que ele sempre teve”, disse.

O senador Fernando Bezerra Coelho, sobrinho de Osvaldo, também se pronunciou pela perda. “Foi com enorme pesar que recebi a notícia do falecimento do deputado Osvaldo Coelho. Osvaldo com certeza foi um dos grandes nomes da politica de Pernambuco. Corajoso, emotivo, extremamente verdadeiro em suas convicções e dono de uma enorme capacidade de trabalho. Para nós, sua partida deixa um vazio. Na vida pública, em que tantas vezes trilhamos caminhos opostos, Osvaldo marcou época. Sempre defendeu com firmeza tudo que em acreditava e ajudou muito para que Petrolina e o Vale do São Francisco se transformassem num lugar mais próspero e melhor para viver. Que Deus possa confortar a sua família, amigos e admiradores nesta hora de tanto pesar.”

Por meio da sua assessoria de imprensa, o vice-prefeito de Petrolina, Guilherme Coelho, filho de Osvaldo, informou que, por hora, a família, ainda consternada, concentra os esforços para realizar o transporte do corpo a Petrolina e providenciar o seu enterro.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *