Últimas

MPE determina que Samarco pague salário mínimo a desabrigados

O Ministério Público Estadual determinou que a empresa Samarco, responsável pelas barragens que romperam no município de Mariana-MG, comece a pagar auxílio de um salário mínimo para cada família desabrigada por causa do acidente, independentemente de qualquer outra indenização que a empresa tenha de arcar no fim dos processos sobre o caso. 

O MPE também deu prazo de cinco dias para a empresa apresentar um plano de recuperação às pessoas atingidas pela tragédia. A assessoria de imprensa da Samarco diz que uma nota está sendo redigida sobre o assunto, que será distribuída mais tarde.

A determinação é extrajudicial e faz parte da ação civil que a Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos já abriu para apurar as responsabilidades sobre o acidente. Segundo o promotor Guilherme Meneghin, o valor é para cobrir a série de gastos que as famílias vêm tendo, independentemente da hospedagem e alimentação, que estão sendo providas pela empresa. 

Outras determinações do promotor, como a instalação das pessoas em hotéis ou outros locais com infraestrutura, já haviam sido adotadas pela empresa. 

Nos hotéis de Mariana, já é possível ver agentes de uma consultoria entrevistando os moradores, listando os móveis e eletrodomésticos que cada um deles tinha. Muitos dos moradores manifestam desejo de permanecer em área rural, pois tinham criações de galinha e pés de frutas diversas em seus quintais – e querem isso de volta.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *