Últimas

Muro com frisos de figuras humanas de 1.500 anos é descoberto no Peru

Vista do complexo arqueológico na região de Liberdade, no Peru, no dia 4 de novembro de 2011
Foto: AFP/Arquivos Ernesto Benavides
Vista do complexo arqueológico na região de Liberdade, no Peru, no dia 4 de novembro de 2011
Foto: AFP/Arquivos Ernesto Benavides

Um grupo de arqueólogos descobriu no santuário da Lua, na região de Liberdade (norte do Peru), um muro da cultura pré-espanhola Moche de 1.500 anos, onde  se destacam frisos de figuras humanas, informou o diário El Comercio neste domingo.

As figuras de 1,60 metro de alturas estão de mãos dadas sobre um fundo e levam em suas cabeças um adorno parecido com o da Senhora de Cao, a governante moche que acredita-se teria governado o norte do Peru no século IV d. C., e cujo corpo está no museu de mesmo nome em Liberdade, informou ao El Comercio Ricardo Morales, diretor do Projeto Arqueológico Santuário de Moche.

A cultura Moche ou também chamada cultura Mochica desenvolveu-se entre o século 100 e o 700 d. C. na atual província de Trujillo. Foi possível saber mais sobre essa cultura pré-inca pelos descobrimentos de alguns túmulos intactos de seus governantes e senhores, como a do Senhor de Sipan (governante do século III) e a Senhora de Cao.

O muro encontrado pelos especialistas apresenta dez figuras humanas e supõe-se que foi um lugar altamente sagrado pelo antigos habitantes, declarou Morales.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *