Últimas

Na raça, Santa Cruz vence o Bahia de virada por 2 a 1 e segue vivo em busca do acesso à Série A

ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS

Em uma partida muito competitiva e disputada, o Santa Cruz conseguiu uma virada importantíssima na Série B

Um jogo com todos os ingredientes de uma grande decisão. Nervosismo, pressão, catimba e gols. Ninguém podia perder. E, por isso mesmo, Bahia e Santa Cruz fizeram uma partida eletrizante na Arena Fonte Nova. Os pernambucanos mostraram uma força de superação enorme. Mesmo saindo em desvantagem no placar foram buscar a virada. Kieza abriu o placar para os baianos. Danny Moraes deixou tudo igual para os pernambucanos. E Bruno Moraes fez o gol da virada. Na próxima rodada, o Bahia volta a jogar na Fonte Nova. Vai enfrentar o ABC. Já o Santa Cruz enfrenta o Oeste, no Arruda.

Com uma postura bem definida, marcando na saída de bola do adversário, a equipe coral Cruz surpreendeu ao não esperar o Bahia em seu campo de defesa. O time pernambucano utilizava os lados do campo para criar as principais jogadas ofensivas com Lelê e Luisinho. Referência na área, Grafite, que voltou de lesão, se esforçava ao máximo, mas era nítida a falta de ritmo de jogo.

Mesmo assim, o Santa construiu as melhores chances da etapa inicial. E, em todas, Luisinho foi o grande protagonista. Negativamente. O atacante não acertava absolutamente nada. A exceção foi, aos 12 minutos, quando deu um passe para João Paulo finalizar fraco e nos braços do goleiro Douglas. Aos 20, Luisinho perdeu o gol mais feito da etapa inicial. Lelê achou Grafite na área. O atacante dominou, mas chutou prensado com o zagueiro adversário. A bola sobrou limpa para Luisinho. Ele, com a barra escancarada, acabou chutando forte, de primeira, para fora.

O Santa Cruz ainda iria pagar muito caro pelo gol perdido. O Bahia cresceu no jogo e passou a dominar o meio-campo. Porém, não achava espaço para finalizar. As principais chances criadas eram em bolas aéreas ou chutes de longa distância. Chegou até a marcar um gol, mas Kieza estava em posição irregular. Aos 27 minutos, Tiago Cardoso fez um milagre ao defender uma cobrança de falta de Souza.

Pênalti
Na etapa final, o esperado aconteceu. O Tricolor baiano voltou pressionando os pernambucanos. E, logo de cara, aos 4 minutos, o árbitro goiano André Luiz de Freitas marcou pênalti, depois que a bola tocou no braço de Vitor, que estava caído na área. Souza foi para a cobrança. O chute foi na trave. No rebote, a zaga coral colocou para escanteio. Em seguida, na cobrança, Gabriel cabeceou, Tiago Cardoso deu rebote e Kieza estufou a rede do Santa Cruz.

Em desvantagem, Marcelo Martelotte colocou Raniel no lugar de Lelê, que saiu irritado. O resultado não ajudava em nada a equipe coral. E o Santa Cruz foi para o ataque. Aos 21 minutos, depois de cobrança de escanteio de João Paulo, Danny Moraes cabeceou certeiro para deixar o placar igual. 1 a 1.

Virada
O jogo ficou completamente aberto e as duas equipes revezavam as chances de virar o jogo. Porém, o Santa Cruz foi mais competente. Aos 38 minutos, em jogada pelo lado esquerdo, João Paulo cruzou na área, Luisinho errou o chute, mas a bola sobrou para Bruno Moraes. O atacante, que tinha acabado de entrar na vaga de Grafite, dominou e chutou alto para fazer o gol da vitória pernambucana.

Ficha do Jogo

Bahia 1
Douglas Pires; Cicinho, Gabriel, Gustavo e Juninho; Paulinho Dias, Souza (Gustavo Blanco), Eduardo e Rômulo; Maxi (Zé Roberto) e Kieza. Técnico: Charles Fabian

Santa Cruz 2
Tiago Cardoso; Vitor (Neris), Alemão, Danny Moraes e Allan Vieira; Wellington Cézar, Bileu e João Paulo; Lelê (Raniel), Luisinho e Grafite (Bruno Moraes). Técnico: Marcelo Martelotte.

Estádio: Arena Fonte Nova (Salvador-BA). Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO). Assistentes: Cristhian Sorence (GO) e Jesmar Benedito (GO). Gols: Kieza (6′ do 2T) (BAH); Danny Moraes (21′ do 2T) e Bruno Moraes (38′ do 2T) (SCZ). Cartões Amarelos: Rômulo, Juninho (BAH); Bileu, João Paulo, vitor e Lelê (SCZ). Público:  29.965. Renda: R$ 913.825,00

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *