Últimas

'Nariz inteligente' avisa quando uma comida está estragada

A C2Sense criou um chip bem pequeno que permite que os computadores sintam cheiros. De acordo com o co-fundador da empresa, Jan Schnorr, o primeiro objetivo do projeto é utilizá-lo em máquinas para perceberem quando um alimento está estragado.

O chip funciona detectando a presença de etileno, composto orgânico liberado por frutas e vegetais quando estão em processo de amadurecimento. A tecnologia permitiria que muitos lotes de alimentos fossem preservados, pois os produtores conseguiriam evitar o contato de um alimento prestes a estragar com outros saudáveis.

Equipamentos para identificar cheiros são até comuns no dia a dia, como os detectores de fumaça. Geralmente, eles funcionam como o olfato humano, detectando reações químicas de partículas irradiadas por um odor. Schnorr disse que sensores de etileno estão há anos em testes e produção, mas a diferença é que o chip da C2Sense oferece uma tecnologia de baixo custo e eficiente.

Via Wired.  

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *