Pai de André evita falar sobre futuro do filho, mas aconselha: "Por mim, ficaria no Sport"

Emanuel Leite Jr./ESP/D.A. Press

Um dos primeiros professores do atacante, pai segue dando dicas a André até hoje

Saiba mais

Dentre as várias dúvidas que pairam sobre saídas e permanências do elenco do Sport, uma das que mais preocupa a torcida rubro-negra é a situação do atacante André. Artilheiro do Leão na Série A do Campeonato Brasileiro, o jogador ainda desconhece seu futuro. Muito se especula acerca de sua possível saída. Mas, não há nada concreto. Em meio às incertezas, o pai do atleta, Lenilson Marins, evita falar sobre o futuro do filho. Porém, diz que, se dependesse dele, o atacante seguiria na Ilha do Retiro em 2016.

Lenilson Marins, 57 anos, também foi jogador profissional, com passagens pelo futebol paulista, goiano e do Oriente Médio. Atacante como o filho – “mas, mais habilidoso”, brincou -, Lenilson foi um dos primeiros professores de André, nas escolinhas em Búzios, onde o rubro-negro começou. Diz que o artilheiro do Leão aprendeu algumas coisas com ele.

No Recife acompanhando o filho, Lenilson elogiou o Sport. “Um clube muito bom, estrutura boa”, declarou. Naturalmente, revelou sua torcida pelo rubro-negro. “Espero que tudo dê certo e o Sport possa ir para a Libertadores”, afirmou. E sua inevitável satisfação com o ano realizado por André. “Muito feliz. Fez 12 gols, era para ter feito até mais. Fiquei até chateado com a suspensão, era para ter jogado contra o Atlético-PR”, disse. 

Sobre o futuro do atacante, Lenilson primeiro tentou se esquivar. “Infelizmente, não posso falar sobre isso. Vamos esperar acabar o ano. Esperar o Sport se classificar e depois ver o que vai fazer”, desconversou. Mas, logo em seguida, deu seu conselho ao filho. “Por mim, ele ficaria. Ele se deu bem, se adaptou. Espero que dê tudo certo.”

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *