Peça-chave da ascensão do Santa Cruz, Luisinho mira acesso, feito inédito em sua carreira

Yuri de Lira/DP/D.A.Press

Luisinho tem sido determinante na escalada coral na Série B, com sete gols e dez assistências na competição

Saiba mais

Luisinho desembarcou no Arruda sem fazer alarde. Sondado pelo Santa Cruz ainda no início de 2015, o atacante defendeu o Atlético-GO no primeiro semestre e só chegou ao clube no início de junho, a pedido do então técnico Ricardinho. Poucos dias depois, o treinador foi demitido e, para o seu lugar, veio Marcelo Martelotte – justamente quem deixava Luisinho no banco de reservas no time goiano. O veloz atleta parecia fadado a seguir na reserva. Mas reverteu essa situação desfavorável com trabalho e se tornou crucial ao Tricolor. E espera, agora, conseguir um feito inédito em sua carreira.

Titular absoluto de Martelotte, o atacante admitiu viver uma grande fase, mas negou ser a melhor de sua carreira. Na cabeça, apenas a ansiedade para gravar de vez seu nome na história do clube. “Eu tive muitos bons momentos. Poucos foram os ruins que passei. Hoje estou num momento muito importante, nunca consegui um feito desse, um acesso, e eu quero poder marcar minha história aqui no Santa. Nada melhor do que fazer com o Santa volte à Primeira Divisão”, afirmou.

O maior argumento de Luisinho para ser titular é sua produtividade em campo. Líder de assistências e vice-artilheiro do clube, ele é candidato sério a decidir o que vem sendo chamado de “jogo do acesso” neste sábado, contra o Mogi Mirim. Seja marcando gols ou deixando os companheiros em boas condições de concluir, tudo o que ele quer é ajudar a assegurar essa vaga na Série A.

“Desde que cheguei evoluí muito, pude ajudar de várias maneiras. E nessa nossa final, eu espero que eu possa ajudar mais uma vez, com passe ou gol. Mas pensando na equipe, em fazer o melhor e a gente poder todo mundo ficar feliz juntos”, comentou o atacante.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *