Últimas

PMs capturam dois adolescentes e dois adultos suspeitos em morte de radialista

Dois adultos foram presos e dois adolescentes, um deles com uma arma, apreendidos, como suspeitos de envolvimento no assassinato do radialista Israel Gonçalves da Silva, no Centro de Lagoa de Itaenga, na Mata Setentrional, a 64 quilômetros do Recife. Segundo o PM Cleber José da Silva, do 2º Batalhão de Polícia Militar, em Nazaré da Mata, na mesma região, os quatro foram capturados às 9h30, duas horas após o assassinato. Contudo, a Polícia Civil não confirmou informação.

Israel Silva foi assassinado a tiros na manhã de ontem, dentro de uma loja localizada em frente ao fórum do município, momentos depois de deixar os filhos no colégio. Também funcionário público, lotado na Guarda Municipal, ele atuava na Rádio Comunitária Itaenga FM, onde apresentava programa sobre problemas da cidade, no qual uma das atrações era a sessão Microfone Aberto, onde a população fazia reivindicações diretamente às autoridades. Colegas cujos nomes não foram informados afirmaram que Israel Silva vinha sofrendo ameaças de morte.

As capturas foram realizadas por PMs do 2º BPM em dois locais distintos. Um dos adolescentes foi apreendido nas proximidades da Chácara de Pedro Serrote, na zona rural de Lagoa de Itaenga. Com ele foi apreendido um revólver. O outro adolescente foi apreendido com 18 trouxas de maconha, na Rua Maria Simiano, Loteamento Irmãos Oliveira, na zona urbana do município. Na mesma área foram presos Adeilson de Albuquerque Geraldo, o “Alemão”, e José Adailton, ambos com 22 anos.

Segundo o PM Cleber José, ambos os adolescentes tinham mandado de busca e apreensão e nenhum dos capturados admitiu participação no assassinato do radialista e todos foram levados à delegacia. Designado para apuração do caso, o delegado seccional de Goiana, Pablo de Carvalho (99488-7194) não atendeu nem deu retorno a nenhuma das ligações para verificação das informações. A Polícia Civil também não confirmou, nem negou, as capturas.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *