Últimas

Político de Nova York propõe criar e-mail para 200 árvores da cidade

O político Mark Levine, membro do conselho do Upper West side da cidade de Nova York, propôs nessa semana criar endereços de e-mail para cerca de 200 árvores de rua da cidade. A ideia é que os endereços sirvam para que os cidadãos possam reportar problemas com as árvores, além de “aprofundar o engajamento público com o verde”, segundo Levine.

Embora Nova York possua cerca de 5,2 milhões de árvores, incialmente o membro do conselho pretende criar endereços para apenas cerca de 200 delas, com base em fatores como altura, idade e interesse histórico. Seungo o The Next Web, cidadãos poderiam notificar, por meio dos endereços digitais, problemas como galhos caídos, podridão na casca ou doença das plantas de maneira geral.

Por estranha que pareça, a proposta de Levine é inspirada em um projeto ativo desde 2013 na cidade de Melbourne, na Austrália. Além de oferecer uma grande extensão de informação sobre seu verde, a cidade também criou caixas de entrada para suas árvores.

O The Atlantic teve acesso a alguns dos e-mails que os cidadãos australianos enviaram às árvores da cidade. Em alguns casos, funcionários ´públicos até mesmo respondem em nome das árvores. Abaixo, dois e-mails enviados para árvores aparecem traduzidos:

Para: Elmo Douado, ID da árvore 1037148

21 maio 2015

Sinto muito que você vá morrer logo. Fico triste quando os caminhões danificam os seus galhos mais baixos. Você está tão cansada desse trabalho de construção quanto nós?

***

Para: Carvalho Algeriano, ID da árvore 1032705

2 fevereiro 2015

Querido carvalho algeriano,

Obrigado por nos dar oxigênio

Obrigado por ser tão bonito

Eu não sei onde estaria sem você para extrair meu dióxiodo de carbono (eu provavelmente estaria no céu). Continue forte, continue alto entre a multidão.

Você é o presente que não para de presentear.

Nós íamos falar sobre vida selvagem, mas não temos tempo e temos outras prioridades infelizmente

Esperamos que um dia nosso meio ambiente seja nossa prioridade.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *