Prefeito Marcius Beltrão acompanha o avanço dos trabalhos na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Penedo

A obra em andamento é a mais importante de Penedo. Em pleno funcionamento, trará ganhos significativos para a saúde pública e ao meio ambiente. Só nesta administração, estão sendo investidos cerca de R$ 1,5 milhões. O importante projeto também tem a participação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

Na tarde desta quarta-feira (11), o prefeito de Penedo, Marcius Beltrão, foi acompanhar os trabalhos na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), que fica localizada na Rua Euclides Idalino, estrada de acesso ao povoado Ponta Mofina.

“Este projeto é o mais importante da nossa cidade. Esgotamento sanitário é questão de saúde pública e meio ambiente. Os dejetos domésticos não serão mais jogados diretamente no Rio São Francisco. Desta forma, o Velho Chico e seus mananciais agradecem. Com o investimento em tratamento de esgotos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de cada R$ 1 colocado, economizamos R$ 10 com a saúde da população. Então, este projeto é prioritário para nossa administração”, garantiu o prefeito Marcius Beltrão.

A Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) possui seis tanques de decantação. O tratamento ocorre por gravidade e em fases. Os dejetos domésticos passarão por seis fases (tanques) de decantação, antes de ir para o Rio São Francisco, com mais de 50% da água tratada.

Neste momento, equipes estão na fase de concretagem do talude dos tanques. O investimento nesta etapa gira em torno de R$ 600 mil, para 1500 metros cúbicos de concreto. Como parte do projeto, toda a Estação passará ainda por reflorestamento com eucaliptos.

Primeiras casas saneadas

 

O projeto de esgotamento sanitário de Penedo já saneou 100 residências na parte baixa da cidade. Os imóveis que foram interligados seus rejeitos à rede coletora ficam nas Ruas José Coelho e Campos Teixeira. Por anos, os moradores destes logradouros conviveram com os dejetos sendo jogados in natura na via, sem qualquer tratamento.

Projeto para toda à cidade

 

O esgotamento sanitário contempla toda à cidade. Neste primeiro momento, uma grande parte da obra teve que ser recuperada e retomada pela atual administração do prefeito Marcius Beltrão. O que não ocorreu na gestão passada. Com isso, a obra ganhou funcionalidade, com os 100 primeiros imóveis interligados. O projeto que contempla totalmente Penedo também foi apresentado ao Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal. Já aprovado, agora é viabilizar recursos em Brasília para sua grande expansão em atender outros bairros de Penedo.

Acompanharam a visita técnica além do prefeito Marcius Beltrão, o vice Ronaldo Lopes e o secretário de Infraestrutura Valmir Lessa.

 

 

Por Secom

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *