Últimas

Prefeitura entrega Centro Internacional de Transmissão dos Jogos Rio 2016

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, entregou neste domingo (8) ao Comitê Rio 2016 o Centro Internacional de Transmissão (IBC, do nome em inglês), composto de dois prédios localizados no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense. O IBC é o primeiro equipamento olímpico entregue ao Comitê e que vai servir somente ao evento.

Com um total de oito pavilhões, equivalentes, segundo o prefeito, ao dobro de todos os estúdios das televisões do país, o IBC concentrará a geração e transmissão das imagens das competições durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, que ocorrerão no município a partir de 5 de agosto do próximo ano. Nesse prédio ficarão instaladas as emissoras de televisão e rádio de todo o mundo que detêm os direitos de transmissão dos Jogos.

Eduardo Paes destacou que é a primeira vez na história da Olimpíada que o IBC é construído com recursos privados. O projeto foi incluído na parceria público privada (PPP) do Parque Olímpico assinada com a Concessionária Rio Mais, que o transformará, após os Jogos, em empreendimentos comerciais,

“Esse equipamento  (IBC), em Londres, custou a cifra de 400 milhões de libras. Ao câmbio de hoje, isso significa algo em torno de R$ 3 bilhões. O nosso Parque Olímpico todo não custa isso. (São)
3 bilhões [de libras] de dinheiro público, de imposto pago pelo povo inglês. Esse aqui, nosso, custou perto de R$ 400 milhões e não tem um tostão pago pela população. É tudo dinheiro privado”, disse o prefeito. O IBC reúne, no edifício principal, 12 estúdios de cerca de 5 mil metros quadrados cada e, de acordo com informação da assessoria de imprensa da prefeitura, envolveu investimento privado de R$ 300 milhões.

Eduardo Paes disse que todas as instalações para os Jogos Olímpicos de 2016 serão entregues dentro do prazo previsto. “Nós vamos cumprir com todos os prazos. Nós vamos entregar tudo no tempo”. Completou assegurando que “a gente vai mostrar que no Brasil, nem tudo é escândalo e obra atrasada. Dá para fazer as coisas com seriedade e de maneira adequada”.

O prefeito informou que o Parque Olímpico está com 92% das obras prontas. Ele envolve 1,18 milhão de metros quadrados e será palco de disputas de 16 modalidades olímpicas e nove paralímpicas. Após os Jogos, o Parque Olímpico reunirá um complexo educacional e esportivo destinado a estudantes da rede municipal de ensino e a atletas de alto rendimento, com uso compartilhado por projetos sociais e eventos, informou a prefeitura do Rio de Janeiro.

No próximo domingo (15), será entregue ao Comitê Rio 2016 o campo de golfe para os Jogos, anunciou Paes. O equipamento foi também construído pela iniciativa privada, em parceria com o governo.

Caberá a partir de agora ao Comitê Rio 2016 promover a instalação das estruturas especiais no IBC, como rebaixamento de teto, iluminação definitiva, instalação de sistema de ar-condicionado. O centro funcionará 24 horas por dia durante os Jogos e tem capacidade diária para 10 mil pessoas. A obra foi iniciada em outubro de 2013. A geração e transmissão das imagens será responsabilidade da empresa Olympic Broadcasting Services (OBS), que começará agora a montar os estúdios das televisões.

O presidente do Comitê Rio 2016, também titular do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, disse que os benefícios que estão sendo feitos pelos governos nos três níveis ficarão para a população, ao final dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Informou que 70 emissoras de TV do mundo inteiro já estão no Rio de Janeiro e começam a se instalar no IBC a partir de segunda-feira (9). “Agora, é trabalhar até as Olimpíadas. Não terá um dia em que não teremos obras”.

O vice diretor-geral do Comitê Rio 2016, Leonardo Gryner, disse que será feito pela entidade todo o cabeamento de telecomunicações no IBC, além da parte elétrica e sistema de detecção de incêndio. A OBS começará a instalar sua área técnica própria, além dos estúdios das emissoras que irão trabalhar no local. A perspectiva é que tudo estará pronto para funcionar no dia 5 de julho de 2016.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *