Procura de crédito por micro e pequenos empresas tem leve melhora

A intenção de busca de crédito dos micro e pequenos empresários para os próximos 90 dias registrou 13,15 pontos em outubro, informaram nesta quarta-feira, 18, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Houve pequena alta em relação a setembro, quando foram registrados 11,11 pontos em uma escala de 0 a 100. Honório Pinheiro, presidente da CNDL, avaliou em nota distribuída à imprensa que os empresários têm evitado assumir dívidas de longo prazo devido à atividade econômica enfraquecida e aos juros elevados.

De acordo com o levantamento, quatro em cada dez empresários ouvidos consideram o momento “difícil” ou “muito difícil” para aprovação de crédito. Para os entrevistados, as modalidades de crédito mais difíceis de serem contratadas são empréstimos (32 9%) e financiamentos (22,4%).

O fim de ano costuma ser o período de maior faturamento para alguns segmentos econômicos. Mesmo assim, os micro e pequenos empresários continuam com baixa intenção de investir em seus negócios. O levantamento registrou 29,89 pontos em outubro – quanto mais próximo de 100, maior é a predisposição de investimento. As aplicações de recursos mais citadas pelos empresários são em comunicação e propaganda (34,4%), ampliação de estoques (34,4%), reforma da empresa (31,7%) e compra de equipamentos e maquinários (28,2%).

O levantamento realizado pelo SPC Brasil e pela CNDL leva em consideração 800 empreendimentos com até 49 funcionários em todos os Estados.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *