Últimas

Qualcomm continua perdendo mercado para MediaTek de forma acelerada

Da Redação do site Tudocelular.com.br

As coisas não estão fáceis para a Qualcomm, a gigante fabricante de chips tinha uma participação de mercado em 2013 de incríveis 95% de todos os processadores móveis, esmagando Intel. No entanto, 2014 e 2015 não tem sido bom para a empresa, que no ano passado a sua quota de mercado caiu para 66% e este ano os números não parecem bons também. Para os próximos anos, a Qualcomm vai enfrentar desafios maiores como a competição que está se preparando para a batalha, especialmente no maior mercado de smartphones do mundo – a China, onde a empresa teve metade de sua receita em 2014.

Problemas da Qualcomm estão relacionados principalmente à MediaTek, a fabricante de chips de Taiwan que vem ganhando terreno nos últimos dois anos e este é o lugar onde a quota de mercado perdida da Qualcomm seguirá. Você já deve ter notado que vários smartphones chineses topo de linha estão vindo com processador Helios da MediaTek, como o Xiaomi Redmi Note 2 Prime, o Meizu MX5 e o HTC One M9+, e isso significa que o Snapdragon está sendo abandonado lentamente. No início deste ano, a empresa teve outro golpe em seu peito, com a Samsung decidindo apostar apenas no Exynos 7420 em toda linha de flagships Galaxy de 2015.

E há mais: em conjunto com a venda de processadores, a empresa também trabalha com a venda de chips de banda base para dispositivos móveis – componente responsável por trazer o modem de conexão em seu telefone. Qualcomm ainda detém 64% desse mercado ao arrecadar US$ 4,7 bilhões, mas MediaTek está seguindo de perto, como os analistas esperam que a quota de mercado da empresa de Taiwan possa chegar a 40 ou 45% neste negócio. Nem tudo está perdido, no entanto. Samsung é suscetível de trazer de volta o chipset Snapdragon em seu high-end Galaxy S7 para o próximo ano, e vários outros grandes nomes como LG que vem escolhendo os chips da Qualcomm para seus dispositivos.

Dito isso, será interessante ver como o mercado vai esquentar. Como MediaTek está se preparando para entrar nos mercados norte-americanos e europeus, outras fabricantes de chips também estão trabalhando para obter uma fatia do bolo. Huawei anunciou recentemente o seu novo chipset Kirin 950 com desempenho monstro, e Intel também está trabalhando duro para ganhar terreno no mundo móvel. Claro que Qualcomm não ficará parada e prepara várias novidades para 2016. Como resultado, em julho, 15% de sua força de trabalho foi cortada em um movimento para economizar US$ 1,4 bilhão, além de várias outras medidas a serem tomadas para recuperar o terreno perdido.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *