Últimas

Renan Filho participa de entrega de 950 casas em Penedo e Murici

Governador acompanha o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em solenidades do Programa Minha Casa, Minha Vida, nos dois municípios

 

Nesta sexta-feira, 13, cerca de 4 mil cidadãos realizam o sonho da casa própria, no interior de Alagoas. O governador Renan Filho e a secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado, acompanham o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em solenidades de entrega de 950 habitações do Programa Minha Casa, Minha Vida, nos municípios de Penedo e Murici.

 

Pela manhã – às 10h30 -, a população de Penedo será contemplada com o Conjunto Vale do São Francisco – empreendimento de 600 residências, orçado em R$ 34,2 milhões. As habitações são fruto do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. Seus beneficiários são famílias com renda máxima de R$ 1.600,00, cadastradas na rede de habitação social do município.

 

À tarde – às 14h -, os gestores entregam mais 350 casas, do Conjunto Olavo Calheiros II, em Murici. O empreendimento está localizado na BR-104 e aportou recursos da ordem de R$ 18,9 milhões, do Programa Minha Casa, Minha Vida vinculado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ele contempla antigos moradores da Comunidade da Portelinha, zona periférica da cidade.

 

A presença dos gestores estaduais nas solenidades dos dois municípios refletem o apoio do Governo de Alagoas às políticas de habitação social. O governador Renan Filho foi o responsável pela captação dos recursos para a obra de Murici, quando ainda era deputado federal (2011-2014).

 

 

Já a secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado, assinou a contratação das duas obras, quando gerente executiva de Habitação da Caixa Econômica Federal de Alagoas.

 

As 950 residências possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. EmPenedo, as casas estão registradas em contratos de parcelamento e alienação fiduciária – quando o comprador adquire o bem a crédito e fica impedido de negociá-lo até a quitação da dívida. No caso de Murici, por estarem vinculadas ao PAC, as casas serão transferidas como doações, sem custo aos beneficiários.

 

Agência Alagoas

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *