Últimas

Sem direito a tropeço, Náutico recebe Paraná na Arena Pernambuco mirando retorno ao G4

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Técnico Gilmar Dal Pozzo salienta a importância “do nível de concentração e desempenho” da equipe

Saiba mais

As estatísticas do futebol mostram que a probabilidade de vencer em casa é maior do que não vencer. O Náutico de Gilmar Dal Pozzo, entretanto, contraria este dado. Em quatro jogos, venceu metade. São dois triunfos, um empate e uma derrota. Um aproveitamento de 58,3%. Neste sábado, às 16h30, o Timbu recebe o Paraná. Confronto de extrema importância para as aspirações alvirrubras. Se o clube quiser o acesso à Série A, não pode voltar a tropeçar como mandante. Vai precisar, então, melhorar a estatística do seu treinador em casa.

Para tal, Dal Pozzo aposta na marcação agressiva e na qualidade na posse de bola. E também no segredo. O treinador fechou os dois últimos treinos do Náutico. Para preservar a concentração do time, ponto que o comandante vê como essencial. “Foi uma semana muito boa de trabalho e concentração. Fizemos tudo dentro do padrão que eu entendo que a gente encaixou. E de forma repetida, com a mesma formação”, disse.

Reconhecendo que seu time tem demonstrado dificuldades em casa – como a goleada sofrida para o Botafogo e a vitória pouco convicente sobre o Mogi Mirim -, Dal Pozzo salienta a importância “do nível de concentração e desempenho” de sua equipe. Para o técnico, o fato de jogar como mandante requer atenção e dedicação. “Eu falo para eles que, se não produzir, não vai ganhar”, analisou. “É preciso marcar forte e jogar”, completou.

A pegada defensiva é algo que o treinador preza como fundamental. “O segredo desse jogo é ser agressivo na marcação. Não podemos deixar o Paraná gostar do jogo. Foi o que faltou para a gente no segundo tempo contra o Botafogo. A gente não teve um poder de marcação. Eu não abro mão de ser uma equipe competitiva”, declarou.

Paraná

Depois de uma sequência de cinco empates, o Paraná voltou aos triunfos na rodada passada ao bater o Macaé. Foi a primeira vitória do técnico Fernando Miguel, que chega ao sexto jogo à frente dos paranistas. Com o resultado, o adversário timbu vem à Arena Pernambuco mais tranquilo, já que praticamente eliminou o risco de rebaixamento.

Ficha do jogo

Náutico

Júlio César; Rafael Pereira, Fabiano Eller, Ronaldo Alves e Gastón; João Ananias, Jackson Caucaia (Fellipe Soutto), Hiltinho e Guilherme Biteco; Bérgson e Daniel Morais. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Paraná

Marcos, Anderson Uchôa, Luiz Felipe, Luciano Castán e Lucas Pará; Fernandes, Rafael Costa, Rosinei, Éder; Henrique e Carlão. Técnico: Fernando Miguel

Local: Arena Pernambuco

Horário: 16h30

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Assistentes: Evandro Gomes Ferreira (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *