Últimas

Sempma vai apurar incêndio em vegetação em Cruz das Almas

A Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) vai apurar as causas do incêndio registrado na noite de ontem (16) em uma área de preservação ambiental situada no Bairro de Cruz das Almas. Uma brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas e uma empresa de distribuição de água potável estiveram no local para combater as chamas.

Agentes da Sempma também foram acionados para medir a área atingida. Duas hipóteses já foram levantadas sobre as causas do incêndio: a expansão imobiliária da região norte de Maceió e a utilização de área de invasão para construção de lotes irregulares.

De acordo com David Maia, secretário municipal de Proteção ao Meio Ambiente, as práticas de invasões colaboram para o desmatamento e queimadas. “Já flagramos e notificamos empresas com maquinário pesado devastando no Litoral Norte. As queimadas são ações provocadas pelos criminosos para facilitarem na limpeza do terreno”, detalhou.

É crime federal uso de artifícios que propaguem fogo em áreas de preservação. Está disposto no código florestal brasileiro, no Artigo 41, que provocar incêndio em mata ou floresta tem pena de reclusão de dois a quatro anos e multa.

Além do próprio risco de propagação dos focos de incêndio para residências próximas, a fuligem liberada junto com a fumaça é prejudicial à saúde. José Soares, coordenador de fiscalização da Sempma, disse que se for identificado o culpado, além do crime de queimada, ele responderá por poluição atmosférica.

 

Por Ascom Sempma

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *