Últimas

Siri não está sempre ligada no iPad Pro, mesmo com hardware potente

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Uma das novidades mais animadoras da geração atual dos iPhones não está presente no iPad Pro. Com o início das vendas do tablet ainda nesta semana de novembro, os primeiros compradores estão conseguindo realizar testes aprofundados com o maior dispositivo portátil com iOS já lançado pela gigante de Cupertino, incluindo a experiência com o comando ‘Hey Siri’, que, seguindo os padrões apresentados junto ao iPhone 6s e iPhone 6s Plus, deveria estar ativo por todo o tempo, claro, obedecendo as configurações estipuladas pelo usuário. Para a surpresa dos consumidores, entretanto, o modelo avantajado da empresa liderada por Tim Cook não aceita a opção ‘sempre ligada’, requisitando outras ações.

Por ter um conjunto de processador e coprocessador tão vantajoso quanto o utilizado no iPhone 6s e iPhone 6s Plus, acreditava-se que o comando de voz Hey Siri estivesse presente no iPad Pro, o que obviamente não aconteceu. Relembrando, o trecho citado permite a ativação remota da assistente virtual pré-instalada junto ao sistema operacional próprio da Maçã, iOS, oferecendo ferramentas rápidas e diretas, como informações do clima, partidas e jogos esportivos, definições sobre termos específicos, agendamento de atividades, configuração de alarme e diversas outras opções. Desta forma, os donos do tablet precisam pressionar o botão home do aparelho para ‘chamá-la’.

A ausência da função no iPad Pro é, de fato, curiosa, pois sua lista de especificações técnicas é uma das melhores na categoria, incluindo uma tela de 12,9 polegadas, usando resolução de 2732 x 2048 pixels (aproximadamente 265 pixels por polegada), 4 GB de RAM, chipset Apple A9X, oferecendo uma performance em processamento e recursos gráficos notavelmente superior ao A9 (usado nos novos iPhones, por exemplo), versões com 32 GB ou 128 GB de memória para o armazenamento interno, sendo impossível expandi-la via cartão microSD, câmera principal de 8 megapixels e frontal de 1,2 megapixel, bateria com promessa de durar 10 horas longe das tomadas e o iOS 9 como sistema operacional instalado de fábrica.

Sendo um comando exclusivo dos novos iPhones, não há comentário oficial da Apple em relação à falta da utilidade no iPad Pro, porém isto pode desagradar bastante quem esperava a integridade total do iOS no tablet, levando em conta seu preço elevado. O modelo, que já chegou no Brasil, é o iGadget mais caro já feito pela companhia dos Estados Unidos, relembrando que ele já chegou no Brasil, e a versão mais barata, com 32 GB de espaço nativo e acesso apenas às redes Wi-Fi, custa R$ 7.299, enquanto a com 128 GB só sai das lojas caso o consumidor possa desembolsar a quantia de R$ 8.599. Além disso, a variante mais cara, trazendo o suporte à conectividade 4G LTE, via chip de operadora, custa notáveis R$ 9.699.

(atualizado em 12 de novembro de 2015, às 12:50)

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *