Últimas

Suspenso, Vitor reclama do pênalti, mas exalta comprometimento do Santa: "Tem que valorizar"

Ricardo Fernandes/DP/DA Press
Lateral lamentou bastante o terceiro cartão amarelo tomado contra o Bahia após cometer pênalti

Saiba mais

O pênalti cometido pelo lateral Vitor contra o Bahia foi polêmico; o lateral deu um carrinho e tocou na bola com a mão que estava apoiada no chão. O árbitro André Luiz de Freitas Castro não titubeou e assinalou a infração em favor dos baianos. Motivos para lamentação do lateral do Santa Cruz. Não só pela falta, desperdiçada por Souza, mas porque ela rendeu a Vitor o terceiro cartão amarelo. Suspenso, ele não poderá atuar no importante jogo do Tricolor contra o Oeste, terça-feira, no Arruda.

“Eu já vi vários lances desses. Em alguns o juiz dá, em outros, não. A bola bateu na minha mão, mas sem intenção nenhuma. Dei o carrinho e coloquei o braço pra apoiar”, reclamou. “Lamento muito, mas ainda bem que não foi gol. Lamentei mais o o cartão, por ficar fora de um jogo em casa, mas faz parte”, complementou. Apesar de ficar de fora, Vitor demonstrou confiança na força do time: “Temos um elenco bom. Eu tinha confiança de que iríamos nos manter de pé, e fizemos um grande jogo a partir daquele gol tomado”, colocou.

Feliz pela grande atuação coeltiva do Santa Cruz, Vitor exaltou o fato de o time ter conseguido mostrar sua força como visitante. Também fez o apelo pela presença da torcida na partida contra o Oeste: “Nós já fizemos grandes jogos. Tenho guardado o jogo com o Bragantino em casa. E hoje, fora de casa, em termos de posicionamento, marcação e comprometimento grande da equipe. E não enfrentamos qualquer equipe. Eles estavam dentro do G4 desde o começo. É valorizar bastante a vitória e aproveitar o momento para convocar o torcedor para fazer uma festa bonita no próximo jogo em casa. Contamos com ele pra conquistar o acesso.”

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *