Últimas

TVs inteligentes podem estar na mira dos hackers

Uma pesquisa da Symantec revela que as TVs inteligentes podem ser o próximo grande alvo de cibercriminosos do mundo todo, por conta da recente popularização do dispositivo. Ao invadir o televisor, é possível acessar dados pessoais, hospedar botnets e até assumir o controle da TV, exigindo uma espécie de resgate para sua liberação.

De acordo com especialistas da companhia, a principal ameaça é a instalação de malware. O usuário pode infectar a TV manualmente, pela porta USB da televisão, o acidentalmente, ao baixar um app da loja de aplicativos oficial. Nesse caso, quando o usuário faz o download de um app, os criminosos poderiam interceptar a solicitação e redirecioná-la para outro servidor.

O invasor também pode acessar a TVexplorando possíveis vulnerabilidades de software. A falta de atualizações também pode ser um problema. Mesmo que já tenham sido lançadas as correções correspondentes, o dispositivo poderia permanecer vulnerável, por rodar um sistema ultrapassado.

Confira algumas dicas para se proteger:

  • Ao comprar a TV, fique atento à política de privacidade da fabricante. Muitas empresas compartilham e vendem os dados do usuário a terceiros
  • Tenha cuidado ao instalar apps de fontes desconhecidas
  • Altere as configurações de privacidade e segurança de acordo com suas necessidades
  • Desative recursos não utilizados, como câmera ou microfone
  • Desative ou proteja o acesso remoto quando ele não for necessário
  • Use conexões com fio sempre que possível
  • Fique atento ao comprar TVs inteligentes usadas para garantir que elas não estão infectadas
  • Use métodos de criptografia forte
  • Instale as atualizações assim que elas estiverem disponíveis e, se possíve, ative as atualizações automáticas

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *