Últimas

Yahoo impede alguns usuários de acessar seus emails enquanto usam bloqueadores de anúncios

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O Yahoo estaria declaradamente impedindo que alguns dos seus usuários com bloqueadores de anúncio instalados em seus computadores possam acessar suas contas de e-mail. O site Digiday detectou um tópico no fórum sobre o Adblock Plus com reclamações de algumas pessoas que não podiam mais acessar o Yahoo Mail no Chrome e no Firefox.

Um dos usuários no fórum postou uma captura de tela da mensagem que pedia para que ele desativasse o bloqueador de anúncios para continuar usando o serviço de email. Essa é a imagem que vemos loo abaixo. Se observarmos a URL, podemos ver que ela termina com “reazon=ADBLK_TRAP.”

Até mesmo Andrei Herasimchuk, antigo diretor sênior de Design de produto do Yahoo, que já ajudou a reformular a plataforma de email, lamentou no Twitter que ele não podia acessar sua conta. Um porta-voz do Yahoo! disse ao site Engadget que trata-se de apenas um teste sendo realizado com uma pequena quantidade de usuários.

No Yahoo, estamos continuamente desenvolvendo e testando novas experiências de produto. Este é um teste que realizamos em um pequeno número de usuários de email do Yahoo nos Estados Unidos.

Seja como for, os testes indicam que há planos para que esse bloqueio se torne oficial para os usuários do Yahoo! Mail. Ainda é cedo para ter certeza, mas considerando a repercussão negativa que os testes já causaram, talvez os executivos da empresa mudem de ideia.

Essa não é a primeira vez que vemos empresas incomodadas com bloqueadores de anúncios. O Digiday observa que está se tornando cada vez mais comum sites impedirem os usuários de acessar seus serviços se eles não desabilitarem seus bloqueadores de publicidade, provavelmente porque eles em parte sobrevivem dessas propagandas.

A Google também é uma das companhias que querem combater os adblocks, e já buscou empresas para acabar com uso dessas aplicações. Porém, sua abordagem é pela criação de anúncios que não incomodem tanto aos usuários. A Axel Springer, a maior editora de jornais na Alemanha, por outro lado, foi uma das que tomaram as medidas mais drásticas para impedir que os usuários que tenham software de bloqueio de anúncios entrem em seu site, através do impedimento do acesso ao conteúdo. De acordo com a empresa, cerca de 200 milhões de usuários usam software de bloqueio de anúncios, o que acaba gerando uma perda de US$ 22 bilhões nas receitas.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *