Abecip: crédito imobiliário soma R$ 66,7 bi de janeiro a outubro e registra queda

O volume de crédito concedido para a aquisição e construção de imóveis caiu 28,4% de janeiro a outubro em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 66,7 bilhões, informou a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). De acordo com os números divulgados, o volume de empréstimos caiu 13,1% em outubro frente a setembro e 53,8% na comparação com outubro do ano passado, para R$ 4,7 bilhões.

A Abecip destaca que além da persistência de condições macroeconômicas adversas, a greve dos bancários estendeu-se por boa parte de outubro, afetando a abertura e o funcionamento de agências, bem como as operações de financiamento imobiliário.

Em 12 meses, até outubro, o montante de empréstimos para aquisição e construção de imóveis com recursos das cadernetas de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) alcançou R$ 86,3 bilhões, recuo de 24,1% em relação ao apurado nos 12 meses precedentes.

Em termos de quantidade, foram financiados 301,5 mil imóveis entre janeiro e outubro, queda de 32,6% em relação a igual período de 2014. Em outubro, foram financiadas aquisições e a construção de 20,4 mil imóveis, 55,8% abaixo de outubro do ano passado e 18,5% inferior a setembro. Em 12 meses até outubro, foram financiados 392,6 mil imóveis, correspondendo a um recuo de 28,1% em relação aos 12 meses anteriores.

Captação líquida da Poupança

Entre janeiro e outubro de 2015, a captação líquida no SBPE foi negativa em R$ 54 bilhões. Em outubro, os saques continuaram maiores que os depósitos, mas o ritmo diminuiu, resultando em uma captação líquida negativa de R$ 2,8 bilhões, de R$ 5,4 bilhões negativos em setembro. Dada a tendência de saída de recursos da poupança, o saldo chegou a R$ 499 bilhões em outubro queda de 1,8% em relação a outubro de 2014.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *