Acusados de matar radialista Jota Cândido vão a júri popular nesta quarta

O julgamento dos quatro acusados de matar o radialista José Cândido de Amorim Filho, o Jota Cândido, está marcado para esta quarta-feira, a partir das 9h, na 2ª Vara do Tribunal do Júri, no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano.

A sessão será presidida pelo juiz Jorge Luiz dos Santos Henriques. Sentarão no banco dos réus: Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva. Eles respondem por homicídio duplamente qualificado – por motivo torpe e por agirem mediante surpresa o que impossibilitou a defesa da vítima.

A sessão terá início com o sorteio dos sete jurados que vão compor o Conselho de Sentença. Em seguida, haverá a leitura da denúncia pelo juiz que presidirá o júri popular. O próximo passo será a ouvida dos réus. Terminada a fase de ouvidas, têm início os debates entre defesa e acusação. Por fim, os jurados recolhem-se, em sala reservada, para responder aos questionamentos que definirão se os réus serão condenados ou absolvidos, e o magistrado retorna ao salão do júri para prolatar a sentença.

Relembre o caso

No dia 1º de julho de 2005, quando o radialista Jota Cândido chegava para trabalhar na Rádio Alternativa FM, na Rua Nunes Machado, em Carpina, foi abordado por um grupo armado e alvejado por cerca de 20 tiros.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *