Adolescentes não gostam do Facebook mas usam mesmo assim, diz estudo

De acordo com um relatório da Forrester, empresa de pesquisa de mercado, a relação dos adolescentes com o Facebook atualmente é um pouco ambígua: embora ela seja o segundo site social mais utilizado dentre os pesquisados, ela é uma das que esse público menos gosta de usar.

A rede é utilizada por 78% dos jovens de 12 a 17 anos entrevistados pelo levantamento. O Youtube foi o único site avaliado no levantamneto a ter uma porcentagem de usuários nessa faixa etária maior que essa. E 60% dos jovens disseram que a rede social de Mark Zuckerberg era o site que eles mais usavam, sendo que mais de 30% declararam estar no Facebook “o tempo todo”.

Por outro lado, quando esses jovens foram solicitados a ordenar as redes sociais que usavam segundo o quão “legal” elas eram de usar, o Facebook ficou na sétima posição, à frente apenas de Tumblr, Pinterest e Google+. Whatsapp, Twitter, Vine, Instagram e Snapchat foram todas consideradas mais legais, com o Youtube sendo avaliado como o site social mais legal de se usar.

Outras redes

Em comparação com os 78% de jovens do grupo pesquisado que disseram usar o Facebook, apenas cerca de 50% deles disseram utilizar o Instagram, o Twitter e o Snapchat. Isso apesar de que essa três redes foram consideradas mais legais de se utilizar que a de Zuckerberg.

Um fato que pode explicar o uso continuado do Facebook apesar de sua “chatice”, no entanto, é que, segundo os jovens, o site era a terceria melhor ferramenta para se manter em contato com os amigos. Apenas o Instagram e o Snapchat ficaram melhor posicionados nesse quesito.

Uma possível conclusão que pode ser tirada desses dados, segundo o Telegraph, é que, embora os jovens experimentem com outras redes sociais – e até mesmo prefiram essas novidades – o Facebook continua a ser visto por eles como um instrumento fundamental de interação virtual.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *