Últimas

Andy Rubin, cofundador do Android, pretende criar empresa de smartphones

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Nem todos devem conhecer a história de Andy Rubin, responsável por trazer o Android ao mercado. Formado em Ciência da Computação, ele iniciou sua carreira como Engenheiro de Desenvolvimento. Atuou na Google, Apple e na Microsoft, deixando a gigante das buscas em outubro do ano passado para investir no desenvolvimento de novas startups voltadas para o mundo da tecnologia com grande investimento em hardware.

Agora, o cofundador do Android comentou em entrevista que está buscando voltar a atuar no mercado de smartphones, mas não em software como antigamente, mas sim em lançar um novo celular que traga mudanças significativas para o segmento. O relatório liberado mostra que Rubin busca formar uma equipe por engenheiros capazes de trazer inovação para o mercado de smartphones, mas não deixa claro se ele estará encabeçando este novo projeto ou tomará apenas a iniciativa do desenvolvimento.

O investimento poderá vir da Playground Fund, incubadora lançada por Rubin quando deixou a Google no ano passado. A Playground conta com US$ 300 milhões neste momento, e Rubin tem sido ativo na comunidade de capital de risco desde que se tornou sócio da Redpoint Ventures em abril. Ele colocou o dinheiro em direção a inteligência artificial e iniciativas que voltem para o desenvolvimento de tecnologias mais inteligentes, mas teria ainda que estudar o mercado de telefonia Android como uma área pronta para novos negócios.

Rubin sabe que o segmento de entrada está cada vez mais acirrado devido ao surgimento de mais empresas chinesas que apostam em celulares com preços cada vez mais agressivos. Ele também está ciente que brigar no segmento de alta gama pega a Apple como grande rival, o que pode gerar uma situação complicada. Sem falar que Google está com projeto para iniciar a produção dos seus próprios celulares com hardware padronizado. Para Rubin, entrar agora no segmento de smartphone é algo complicado e precisa ser feito com bastante calma.

Também não ficou claro qual o sistema operacional a ser usado. Rubin apenas comentou que o projeto visa desenvolver um novo hardware, mas não comenta sobre o desenvolvimento de software – mas podemos esperar que o Android marque presença neste novo projeto. Rubin deixou o comando no desenvolvimento do robozinho para Sundar Pichai, atual CEO da Google. E, infelizmente, não ficou claro se veremos tais novidades em breve.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *