Ano-novo: Paris cancela fogos e reduz tempo de abertura da Champs-Elysées

A tradicional celebração de ano-novo na avenida Champs-Elysées da capital francesa será mantida, mas de maneira sóbria e sob fortes medidas de segurança. Esta será a maior concentração de pessoas autorizada na França desde a instauração do estado de emergência na noite dos ataques extremistas de 13 de novembro passado. “Não podíamos não fazer nada. Depois do que nossa cidade viveu, temos de enviar uma mensagem ao mundo: ‘Paris continua de pé'”, justificou a prefeita parisiense, Anne Hidalgo, em entrevista recente ao semanário “Journal du Dimanche” (JDD).

Os fogos de artifício foram cancelados por uma “questão de decência”, ressalta a prefeitura. Já a duração das projeções luminosas sobre o Arco do Triunfo vai durar dez minutos, de 23h50 até meia-noite (20h50 a 21h, no horário de Brasília). Serão mobilizados na capital e seus arredores pelo menos 11 mil homens das diferentes forças de segurança, dois mil a mais que em 2014.

Por razões de segurança, a prefeitura de Polícia de Paris também decidiu reduzir o tempo de abertura ao público da Champs-Elysées. A avenida fechará para circulação 45 minutos antes da chegada de 2016 e reabrirá para o tráfico meia hora depois da meia-noite. Nos anos anteriores, a Champs-Elysées permaneceu aberta durante quase toda a noite. Mais de 600 mil pessoas se reuniram ali para celebrar a entrada em 2015. “Geralmente, em 31 de dezembro todos os restaurantes abertos estão cheios”, mas “os parisienses evitam esse tipo de aglomeração desde os atentados”, confirma Bernard Boutboul, diretor do Gira Conseil, um gabinete especializado que é referência para o setor.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *