Últimas

Após tornado atingir o Texas, passa de 30 o número de mortos no sudeste dos EUA

O número de mortos em função das fortes chuvas que atingiram o sul dos Estados Unidos subiu para 35. Ontem à noite, tornados varreram uma área de Dallas, no Texas, deixando ao menos sete pessoas mortas e danos significativos. Ao todo, cerce de 25 tornados atingiram diversas regiões.

Os estragos continuam neste domingo, depois que um calor incomum tornados e chuvas torrenciais provocaram inundações desde o dia de Natal.

A Cruz Vermelha está montando abrigos para pessoas cujas casas foram danificadas pelas tempestades no Texas ontem à noite. Durante a tempestade, os voos foram interrompidos no Aeroporto Internacional de Dallas.

Enquanto isso, entre hoje e segunda-feira, a fronteira entre o Texas e Oklahoma deve receber uma “nevasca histórica”, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia, prevendo 36 centímetros de neve.

No estado do Mississippi, duas pessoas que estavam desaparecidas desde quarta-feira devido às fortes chuvas foram encontradas mortas, elevando o número de mortes no local para 10.

Segundo o porta-voz da Agência de Gerenciamento de Emergências de Mississippi, Greg Flynn, até o momento 56 pessoas ficaram feridas. Em um comunicado, Flynn disse que as estimativas preliminares mostraram que 241 ficaram destruídas ou gravemente danificadas. No total, mais de 400 casas foram afetadas, disse ele.

Mais tempestades severas estão previstas para hoje à noite e segunda-feira, antes da chegada de uma frente fria. Tornados também são possíveis, o que levou as autoridades pedirem para que os moradores fiquem em alerta.

No Tennessee, seis pessoas morreram, incluindo três que foram encontradas em um carro submerso em um riacho, de acordo com o Departamento de Polícia de Columbia. Equipes de resgate avaliam os estragos em residências e empresas e buscam pessoas ainda desaparecidas em todas as regiões.

Também ontem à tarde, mais uma morte foi confirmada no estado de Alabama. Grandes enchentes são previstas para o riacho Big Nance que corta a cidade de Courtland, e também para o rio Coosa, que pode inundar a cidade de Gasdsden, ambas no Alabama.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *