Armando Monteiro Neto é cotado para o Ministério da Fazenda

O senador licenciado de Pernambuco e atual ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior, Armando Monteiro Neto (PTB), poderá assumir o Ministério da Fazenda no lugar de Joaquim Levy. O governo estaria abandonando a ideia de ter um “filho do mercado financeiro” por encontrar dificuldades em indicar alguém do perfil do ex-ministro Henrique Meirelles. O pernambucano seria uma solução “política e caseira” do Palácio do Planalto. As informações são da coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Além do nome de Armando Monteiro Neto, também está cotado para a Fazenda o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Joaquim Levy ficou conhecido, ao assumir o ministério, por propor cortes consideráveis de gastos no orçamento da União e o retorno da CMPF para equilibrar as contas do governo. Só na redução de gastos com custeio de servidores, em cargos de confiança nos ministérios, Levy anunciou cortes na ordem de R$ 200 milhões. Parte dessas propostas acabaram enfraquecendo o ministro, que foi alvo de críticas, nos bastidores, de figuras como o ex-presidente Lula (PT). Joaquim Levy pediu demissão recentemente, mas deve permanecer no cargo até o fim deste ano.

Armando Monteiro Neto é um nome de confiança e está no governo por uma decisão pessoal da presidente Dilma Rousseff (PT). Seu partido, o PTB, está na oposição. O senador licenciado foi presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e candidato derrotado ao governo de Pernambuco nas eleições de 2014. Na disputa eleitoral, Armando apoiou à reeleição da presidente Dilma.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *