Últimas

Atualização deixa Facebook mais rápido mesmo em conexões lentas

O Facebook começa a liberar esta semana, para todo o mundo, um par de novas atualizações que prometem deixar seu aplicativo mais rápido em smartphones. As novidades são especialmente destinadas a países emergentes e conexões mais lentas com a internet, como o Brasil.

O primeiro update diz respeito aos comentários. A partir de agora, usuários podem deixar suas reações em posts de amigos ou páginas mesmo quando a conexão falhar. Basta digitar seu comentário e publicá-lo: assim que o sinal de rede voltar, sua mensagem ficará visível.

Já o segundo update quer tornar a navegação pelo feed de notícias mais dinâmica. O Facebook já faz normalmente o download de algumas histórias para o seu smartphone, de modo que você consiga visualizá-las mesmo sem internet. Agora, as histórias que você ainda não viu serão trazidas para a frente sempre que sua conexão não estiver boa o bastante para ver posts novos.

“No passado, eu pegava meu celular, via o ícone de ‘carregando’, deixava-o de lado e voltaria a pegá-lo um minuto depois, quando as coisas já tivessem sido carregadas. Agora, eu posso começar a usar o Facebook imediatamente, com as histórias que já haviam sido descarregadas no meu celular, mas que eu ainda não tinha visto. Estamos muito animados com o quão mais rápida isso torna a experiência”, diz Chris Marra, gerente de produtos global do Facebook, em entrevista ao Olhar Digital.

Segundo Marra, não é preciso se preocupar com o uso de memória RAM ou espaço interno de armazenamento. A atualização apenas muda a forma como o Facebook lida com arquivos que já estão disponíveis no seu smartphone, sem precisar fazer o download de qualquer extra ou executar mais uma pesada tarefa.

Tornar a navegação mais rápida é uma das principais preocupações do Facebook, afirma Marra. Por isso, essa nova atualização é especialmente voltada a países como o nosso, onde a oferta de dados das operadoras nem sempre é confiável. “Nós sabemos que as pessoas estão entrando na internet a uma velocidade espantosa em mercados emergentes. E muitas delas estão fazendo isso em conexões mais lentas com a internet”, diz o executivo.

“Temos levado nossa equipe para mercados emergentes como Índia, Brasil, México, as Filipinas, para saber como é de verdade, como essas conexões mais lentas estão sendo usadas”, continua. “Nessas viagens para países diferentes, levamos gerentes de produto, engenheiros, cientistas de dados, para realmente entender como as coisas são diferentes lá. Levamos esse conhecimento de volta e queremos ter certeza de que nós iremos incorporá-lo às nossas futuras decisões”

Mais atualizações focadas em velocidade e performance estão a caminho, segundo o executivo, mas ainda é cedo para falar a respeito delas. Outras mudanças recentes do Facebook incluem a possibilidade de transferir a instalação do app para o cartão microSD do celular e um sistema que identifica a velocidade da internet do usuário para decidir o que mostrar ou não em seu feed de notícias.

Contudo, Marra acredita que esse novo par de updates será agradável para todos os usuários, mesmo aqueles que possuem uma boa conexão com a rede. “Há pessoas cuja condição normal é acessar o Facebook por uma rede 2G mais lenta, mas há também aqueles que passam por isso esporadicamente ao longo do dia. Então, acreditamos que essas melhorias devem afetar todo mundo, seja alguém que tem acesso a uma rede mais lenta de celular ou quem só teve o azar de estar passando por um local na cidade onde não há sinal.”

“É muito importante para nós construir um Facebook melhor para os próximos bilhões de usuários, e ter certeza de que eles tenham uma ótima experiência independentemente do tipo de conexão que eles têm”, finaliza Marra.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *