Banco Mundial pode liberar verba de R$ 850 milhões para a Prefeitura do Recife

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), deu um passo importante para conseguir destravar as operações de crédito que estão, desde 2013, esperando por um aval do Tesouro Nacional para que os cofres do município recebam US$ 220 milhões, cerca R$ 850 milhões, relativos a contrato de empréstimo com organismos financeiros internacionais. Nesta quinta-feira, em Brasília, o socialista esteve em audiência com Boris Utria, coordenador Geral de Operações do Banco Mundial (Bird) no Brasil. 

O encontro ocorreu para tratar dos próximos passos a serem dados após autorização feita pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), que dá permissão a 19 estados e municípios para negociarem empréstimos com instituições internacionais. O valor permitido para ser negociado pelos estados e municípios, de acordo com a autorização, é de US$ 2,3 bilhões (R$ 8,9 bilhões). 

Em janeiro, uma missão do Banco Mundial aportará no Recife para fechar as condições de contratação da proposta. Em seguida, a liberação do recurso poderá ser feita. O prefeito espera que a quantia seja disponibilizada no primeiro semestre de 2016.

O valor proposto na transação não é vinculado a nenhum projeto específico da prefeitura. “É um recurso que pode ser aplicado em todas as obras do nosso programa de governo e nas que já estão acontecendo na cidade”, afirmou, durante o lançamento do edital do programa de enfrentamento às drogas, o Recife Previne. O prefeito citou a engorda da orla da Praia de Boa Viagem como favorecida.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *