Últimas

Cadela policial morta após atentados de Paris receberá medalha póstuma

 (Divulgação/Police National)

Uma cadela policial que morreu após os atentados de Paris será condecorada por uma fundação britânica para animais com uma medalha póstuma por sua valentia.

Diesel, da raça pastor alemão, morreu em novembro durante uma operação da polícia francesa em Saint-Denis (subúrbio de Paris), onde o suposto mentor dos ataques de 13 de novembro à capital francesa foi morto.

A hashtag #JeSuisChien (eu sou cachorro), usada nas redes sociais após a notícia da morte de Diesel, se transformou em trending topic no Twitter.

Diesel, que morreu aos sete anos, receberá a medalha Dickin da fundação inglesa Dispensário para os Animais Enfermos (PDSA, na sigla em inglês), descrita como uma “homenagem suprema por sua valentia”.

A medalha foi criada em 1943. Entre os ganhadores anteriores estão as pombas que levaram mensagens às linhas de frente na Segunda Guerra Mundial e cães militares que detectaram com o olfato bombas dos talibãs no Afeganistão.

“Como guardiães do programa de prêmios para animais mais prestigioso do mundo, recebemos muitas mensagens de pessoas para que reconhecêssemos seu heroísmo”, disse o diretor-geral da PDSA Jan McLoughlin. “Diesel realmente merece”, acrescentou.

A cerimônia oficial será realizada no ano que vem.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *