Caso WhatsApp faz Telegram ganhar 5,7 milhões de novos usuários

O Telegram teve um dia incrível na última quinta-feira, 17. Graças ao bloqueio temporário do WhatsApp, o aplicativo russo deu um salto imenso de popularidade. Até o fim do dia, foram 5,7 milhões de novos registros, afirma a equipe responsável.

O primeiro número prévio, divulgado em meio ao turbilhão do bloqueio, era de 1,5 milhão, que já era um número fantástico de novos cadastrados. No entanto, ao longo do dia, os entusiastas do Telegram passaram a evangelizar seus amigos a abraçarem o aplicativo, mesmo depois do retorno do WhatsApp.

O sucesso foi tanto, que por um período de tempo foi até difícil criar um novo cadastro. Isso porque o serviço sobrecarregou os gateways responsável por enviar as mensagens de SMS com códigos de verificação de autenticidade do número de telefone. Assim, as mensagens de texto demoraram a chegar para muitas pessoas.

Você pode achar que os responsáveis pelo Telegram ficaram deliciados em ver sua base de usuários crescendo tão rápido, certo? Mas não é bem assim. Quando questionados sobre o assunto no Twitter, eles foram firmes: “Preferimos crescimento natural a picos como estes”, eles responderam a um usuário.

@CyclopXMaster We prefer natural growth to such spikes.

— Telegram Messenger (@telegram) 17 dezembro 2015

E faz sentido. Claro que uma base de usuários maior é bom para o aplicativo, mas também é importante ter a estrutura preparada para que seja possível manter o controle sobre a qualidade do serviço. Isso acaba se perdendo quando acontece esse crescimento repentino, e muitos podem acabar não voltando se encontrarem problemas na primeira vez que usarem o app.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *