Últimas

Cerveró é hostilizado em voo para o Rio

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró foi hostilizado por passageiros no voo de Curitiba para o Rio, na tarde desta quarta feira. Ele recebeu autorização judicial, para passar a o Natal com a família. Cerveró está preso desde janeiro deste ano na capital paranaense no âmbito da operação Lava-Jato por envolvimento no esquema de corrupção da estatal.

Segundo o atleta Cristiano Marcello, de 38 anos, que estava no mesmo voo da companhia, a Azul, dois passageiros gritaram ladrão para o preso, quando o avião pousou no Rio, por volta das 14h58.

“Ninguém sabia que ele estava ali, foi tudo muito discreto. Ele embarcou antes de todos os passageiros e se sentou na última fila do avião, com dois policiais, sem algemas. Quando uma mulher passou mal ao avião pousar foi que vimos que ele estava lá. É vergonhoso, com tudo o que o país está passando, que ele tenha esse é benefício”, disse Marcello.

Cerveró saiu pela porta de trás do avião, diferentemente do restante dos passageiros, e seguiu da própria pista do Aeroporto Santos Dumont (centro) em um carro da Polícia Federal (PF).

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *