Últimas

Como o casal Zuckerberg vai doar 99% de suas ações para a caridade?

O presidente e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, comemorou nesta terça-feira, 1, ao lado da esposa Priscilla Chan, o nascimento da filha Maxima. Aproveitando a ocasião, o bilionário anunciou que vai doar 99% de suas ações na rede social para a caridade. Mas de que modo essa doação será feita?

Antes de qualquer coisa, é preciso prestar atenção aos detalhes. Na carta publicada por Zuckerberg à filha Max, o CEO diz que a doação será feita “ao longo da vida”. Ou seja, os US$ 45 bilhões prometidos, que equivalem a mais de R$ 173 bilhões na cotação atual do dólar, não serão entregues da noite para o dia.

Outro ponto a se destacar é que o projeto filantrópico será administrado pela Iniciativa Chan Zuckerberg, uma instituição de projetos sociais semelhante à Fundação Bill & Melinda Gates, do fundador da Microsoft, Bill Gates. Contudo, a iniciativa do presidente do Facebook não é necessariamente uma ONG ou instituição de caridade.

À versão americana do site BuzzFeed, uma porta-voz do Facebook informou que a Iniciativa Chan Zuckerberg é uma LLC (limited liability company), equivalente a uma “sociedade limitada” no Brasil. Isso significa que, ao contrário de uma instituição de caridade – que, de acordo com a lei norte-americana, deve destinar todo o seu dinheiro para ações sociais – a iniciativa é uma empresa que pode gastar seu dinheiro como quiser.

A assessoria de imprensa do Facebook confirmou também ao BuzFeed que os investimentos não serão destinados apenas à caridade, mas igualmente para empresas e iniciativas privadas, desde que estejam de acordo com sua visão de “avançar o potencial humano e promover a igualdade”. Todo o lucro adquirido com esses investimentos, porém, será revertido em outros projetos sociais – um compromisso registrado judicialmente.

A Iniciativa Chan Zuckerberg sequer é um projeto novo. Desde 2009 o casal distribui doações para hospitais, escolas, ONGs e outros projetos, somando mais de US$ 100 milhões em investimentos. Por outro lado, Zuckerberg já reiterou que a doação de 99% de suas ações não significa que ele vai abrir mão da presidência ou do controle majoritário da mesa de acionistas do Facebook.

Zuckerberg pretende presentear algumas dessas ações para projetos de caridade e vender outras, destinando o dinheiro das vendas também para a Iniciativa Chan Zuckerberg. Pelo menos durante os próximos três anos, o fundador do Facebook não deverá investir mais do que US$ 1 bilhão a cada 12 meses em seu projeto de filantropia.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *