Últimas

Empresa revela que só não clona seres humanos por medo da reação das pessoas

A maior fábrica de clonagem do mundo quer levar a tecnologia a um novo patamar: a clonagem de seres humanos. De acordo com a Boyalife Group, as experiências só não começaram ainda porque a companhia tem medo da reação do público.

“A tecnologia já está lá”, explica Xu Xiaochun, executivo-chefe da companhia, ressaltando que, atualmente, o empreendimento não se envolve em atividades de clonagem humana por conta de uma possível reação adversa, mas que os valores podem mudar no futuro.

Para ele, a clonagem pode ajudar os seres humanos a terem mais escolhas sobre sua reprodução. “Infelizmente, atualmente, a única maneira de ter um filho é ter que ser metade de sua mãe, metade do seu pai”, disse ele. “Talvez no futuro as pessoas tenham três opções, em vez de um,” ele continuou. “Você quer ter meio a meio, ou você tem a possibilidade de ter a genética de 100% do papai ou 100% da mamãe. Esta é apenas uma escolha”

Por enquanto, a empresa pretende, até 2020, clonar um milhão de vacas por ano, além de desenvolver a clonagem de cavalos, animais de estimação e cães policiais. A Boyalife está trabalhando ainda com alguns parceiros para melhorar a capacidade de clonagem de primatas, com o objetivo de criar animais melhores que ajudem em pesquisas sobre doenças. 

Via BusinessInsider

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *