Estudantes sofrem tentativa de assalto nas proximidades da reitoria da UFPE

Insegurança na UFPE é queixa recorrente entre alunos e funcionários. Foto: Hesíodo Góes/Esp. DP
Insegurança na UFPE é queixa recorrente entre alunos e funcionários. Foto: Hesíodo Góes/Esp. DP

A sensação de insegurança no campus e arredores da Universidade Federal de Pernambuco, no Recife, parece cada vez mais longe de ser dissipada. No início da noite desta quinta-feira, dois estudantes do curso de geologia foram abordados na Rua Francisco Bezerra Monteiro, próximo à Reitoria, quando voltavam para casa. Assustado, Diogo Gomes, 21, utilizou o Facebook para denunciar o caso e pedir reforço no policiamento na área. A tentativa de assalto aconteceu por volta das 18h15. “Eu e um amigo estávamos voltando para casa quando fomos surpreendidos por dois caras de moto. Um deles saltou já anunciando o assalto. Ele estava armado e apontou a arma para minha cabeça pedindo as carteiras e celulares”, detalhou. Nem Diogo e nem o amigo, Gustavo Dias, 20, estavam com os pertences. “Os assaltantes continuaram insistindo, mas não tínhamos o que eles queriam. No fim, ficaram em silêncio e com a arma ainda apontada para mim. Eu olhei para meu amigo e ele me olhou de volta, só estávamos esperando o tiro”, desabafou o estudante.

Sem conseguir o que desejavam, os suspeitos fugiram sentido UFPE. Apesar do nervosismo, Diogo conta que não é a primeira vez que isso acontece com ele na Cidade Universitária. “Eu já estive em meio a troca de tiros entre seguranças da UFPE, policiais e bandidos. Isso tudo aqui no viaduto. Meu amigo também ja foi assaltado perto da Sudene”, lembrou. “Relatos de insegurança são vistos todos os dias no campus e na área ao redor dele. Eles falaram que não podem aumentar a segurança porque nem todos que sofreram algo do tipo denunciam”, lamentou.

DENUNCIE
A segurança na área é de responsabilidade do 12º Batalhão de Polícia Militar. Diogo Gomes ainda não registrou a ocorrência, mas quem quiser procurar a polícia e denunciar crimes nesta localidade deve ligar para 3183-5392 ou 3183-5395.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *