Últimas

Evidências apontam que criador do Bitcoin é um australiano de 44 anos

E-mails e transcrições divulgados no início desta quarta-feira, 9, revelam a possível identidade do criador do Bitcoin, conhecido como Satoshi Nakamoto: o empresário australiano de 44 anos, Craig Steven Wright, que mora em Sidney, na Austrália. Horas depois das informações serem reveladas, a polícia do país invadiu a casa do cidadão.

De acordo com o jornal The Guardian, a “visita” de mais de 10 oficiais, no entanto, não tinha nada a ver com o seu envolvimento na criação da moeda virtual, mas com uma investigação sobre impostos.

Evidências
De acordo com a Wired, as primeiras evidências que apontam que o criador do Bitcoin é Wright surgiram em meados de novembro, quando começaram a vazar documentos que atestavam que ele e Nakamoto são a mesma pessoa. Confira o que eles dizem:

1. Em agosto de 2008, meses antes do surgimento da moeda (em novembro de 2008), um post no blog do australiano revela que ele tem a intenção de “lançar uma criptomoeda”. Ele ainda faz referência a um artigo de 2005 do criptógrafo Iann Grigg, que descreve ideias semelhantes ao Bitcoin;

2. No mesmo blog, em novembro de 2008, Wright sugere que os leitores que desejam entrar em contato com ele criptografem suas mensagens usando uma chave pública PGP, aparentemente ligada à Nakamoto;

3. Uma cópia arquivada de um post, agora excluído por Wright, de 10 de janeiro de 2009, diz: “O beta de Bitcoin estará no ar amanhã”. Apesar da mensagem ser datada de 10 de janeiro, um dia depois do lançamento oficial da moeda, quando levados em conta os fuso-horários da região, identifica-se que ela foi enviada, na realidade, antes do lançamento do Bitcoin.

Mencionando algumas trocas de e-mail e documentos vazados, o Wired revela ainda que enviou um e-mail criptografado ao australiano em 1º de dezembro, revelando que sabia de seu segredo. A resposta foi a seguinte mensagem: “Vocês parecem saber de algumas coisas. Mais do que deveriam”.

“Não quero ser encontrado”
Em outro e-mail enviado a um colega, intitulado “Vazar, por favor”, Wright afirma: “Não quero ser um posterboy. Não sou encontrado e não quero ser”. A mensagem foi enviada no mesmo dia em que a revista Newsweek apontava que o criador da moeda era a americana Dorian Satoshi Nakamoto. “Também não me chamo Dorian”, declarou em uma mensagem enviada ao mesmo colega, mais cedo.

Uma mensagem de Nakamoto enviada em um fórum afirma: “Eu não sou Dorian Nakamoto. Parem de procurar… Vocês sabem o que significa privacidade?”. “As pessoas amam a minha identidade secreta e me odeiam”, queixou-se Wright a um colega, em um e-mail vazado. “Tenho centenas de papeis. Satoshi tem um”, escreveu em 2011, afirmando que não podia associar-se ao nome famoso. 

Pistas
Nos últimos dois anos, no entanto, o australiano parece ter mudado de ideia. Em seu blog e no Twitter, não são raras as pistas que ligam as duas identidades.

Um tuíte recente parece ir além: “Eu nunca quis ser um líder, mas a escolha não é minha. Nós somos um produto das coisas que criamos. Elas nos modificam”, postou ele em sua conta pessoal.

Revelação
Ainda não há provas oficiais de que Wright é o criador da moeda, mas confirmar a identidade do criador do Bitcoin pode ter um efeito grande sobre o futuro da moeda. Supostamente, Nakamoto possui BTC 1,1 milhões em seu nome, o correspondente a US$ 455 milhões.

Nakamoto também foi indicado para o prêmio nobel de economia, mas considerado inelegível por conta do mistério de sua identidade. Assumir sua real identidade pode torná-lo um dos vencedores do prêmio.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *