Extensão do antivírus AVG para Chrome possuía falha de segurança

Normalmente, um antivírus é responsável por deixar sua navegação na web mais segura. Mas de certa maneira, não era esse o caso com a extensão do aplicativo AVG disponível para o Google Chrome. Uma falha de segurança do AVG Web TuneUP poderia permitir que sites ou aplicativos maliciosos tivessem controle sobre parte dos dados do usuário.

O Google comunicou a AVG sobre o erro, que o corrigiu em “alguns dias”, segundo a empresa. No entanto, não é possível determinar o quanto esse bug pode ter comprometido a navegação de usuários ao redor do mundo. Segundo os responsáveis pela descoberta da falha, porém, a brecha permitia apenas um controle “trivial” sobre o sistema da vítima.

Não é a primeira vez que um software antivírus “admite” a derrota para os malwares. Em junho do ano passado, o presidente global da empresa de segurança Symantec, criadora do programa Norton Antivirus, chegou a declarar que impedir a entrada de vírus em um computador era uma estratégia “fadada ao fracasso” e que, em vez disso, o “controle de danos” é o que realmente deverá prosperar.

Via Hacker News

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *