Últimas

Fabricante de medicamento interditado diz que solicitou análise de contraprova

A empresa EMS S/A, fabricante do medicamento Captopril, que teve interdição cautelar determinada nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), informa que solicitou aos órgãos regulatórios a análise de contraprova e aguarda a convocação da Vigilância Sanitária de Minas Gerais e Funed para a realização dessa análise.

A interdição foi determinada para o lote nº L627883 (Val. 04/2016) de Captopril 25 mg comprimidos, medicamento utilizado no controle da hipertensão. A Resolução foi publicada no Diário Oficial da União de hoje, explicando que a suspensão na venda do medicamento foi motivada pelo laudo de análise fiscal, emitido pela Fundação Ezequiel Dias de Minas Gerais, reportando resultado insatisfatório nos ensaios de teor e limite de dissulfeto de captopril do medicamento.

Em nota, a EMS disse que mantém “rigorosos padrões de qualidade” e se colocou à disposição para eventuais dúvidas por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), pelos telefones 0800-191914/0800-191222, de segunda a sexta feira, das 9 às 17 horas.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *